ABC condena ’emboscada’ a adeptos do Sporting em Braga

Adeptos e PSP no hospital de Braga. Foto: O MINHO

O ABC de Braga, da I divisão de andebol, condenou hoje os incidentes ocorridos ontem nas imediações do Pavilhão Flávio Sá Leite, que resultaram em ferimentos em dois adeptos do Sporting que tinham assistido ao encontro entre as duas equipas.

Segundo o clube, que cita fonte policial, os confrontos ocorreram fora do contexto do jogo de andebol e estão a ser “devidamente investigados” pelas autoridades.

Os bracarenses condenam “qualquer forma de violência” e reiteram “que estas atitudes não cabem no desporto”.

“Os valores do andebol e do nosso clube promovem o respeito, a camaradagem e a paixão pelo desporto num ambiente seguro e positivo para todos os adeptos, atletas e agentes desportivos, como a foto do final do jogo de ontem demonstra”, escreveu o clube nas redes sociais.

O ABC de Braga deseja ainda “uma rápida e plena recuperação aos feridos”.

Como O MINHO noticiou, dois adeptos do Sporting sofreram ferimentos na sequência de confrontos no final do jogo de andebol entre o ABC e os ‘leões’, ontem à noite, em Braga.

Ao que O MINHO apurou junto da PSP de Braga, um dos adeptos inspirava mais cuidados depois de ter sido golpeado numa mão, e foi submetido a uma intervenção cirúrgica, encontrando-se fora de perigo.

Os adeptos, afetos à Juve Leo de Braga, e residentes em Braga, queixam-se de terem sido atacados quando saíam do Pavilhão do ABC, ao início da noite deste domingo. Falam em “cerca de 30 adeptos” afetos ao SC Braga que os terão surpreendido.

Pelas 21:00 horas, alguns adeptos encontravam-se no serviço de Urgência do Hospital de Braga acompanhados por elementos do corpo da PSP de Braga, desconhecendo-se ainda se há detidos.

Adeptos e PSP no hospital de Braga. Foto: O MINHO

O jogo, que teve início às 18:00 horas, terminou com uma vitória para os de Lisboa por 33-23.

Os feridos foram previamente assistidos pelos Bombeiros Voluntários de Braga e pela Cruz Vermelha de Braga, com estas entidades a transportaram os mesmos para o hospital local.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Governo tem 800 milhões de euros de margem para novas medidas

Próximo Artigo

Os números do EuroDreams

Artigos Relacionados
x