Pesca da sardinha reabre quinta-feira (e podem ser pescadas 29.560 toneladas)

Foto: DR / Arquivo

A pesca da sardinha reabre esta quinta-feira, mas com alguns limites diários, sendo que o valor máximo de descargas com arte do cerco pela frota portuguesa, para este ano, está fixado em 29.560 toneladas, anunciou o Governo.

“A pesca da sardinha é reaberta a partir das 00:00 horas do dia 02 de maio de 2024”, lê-se num despacho assinado pelo ministro da Agricultura e Pescas, José Manuel Fernandes, que foi hoje publicado em Diário da República.

O limite global de descargas de sardinha, pescada com a arte do cerco, para o corrente ano, é de 29.560 toneladas.

Contudo, o Governo determinou também alguns limites diários para a descarga e venda de sardinhas.

Para embarcações com comprimento de fora a fora inferior ou igual a nove metros, o limite é de 2.700 quilogramas (kg) ou 120 cabazes, quando aplicável.

As embarcações com comprimento superior a nove metros e inferior a 16 metros têm, por sua vez, um limite de 6.750 kg ou 300 cabazes.

Nos feriados nacionais é proibida a captura, manutenção a bordo, descarga ou venda de sardinha.

A transferência de uma lota diferente “da correspondente ao porto de descarga” é também proibida, à semelhança do que acontece com a possibilidade de uma embarcação descarregar em mais de um porto durante cada dia.

A pesca da sardinha é gerida, de forma conjunta, entre Portugal e Espanha, seguindo um plano plurianual para o período 2021-2026.

Para 2024, a campanha de pesca prevê um limite de capturas de 44.450 toneladas, ficando Portugal encarregue de 66,5% destas.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

CGTP celebra 1.º de Maio em Braga e Viana

Próximo Artigo

PS acusa Governo de querer colocar na Santa Casa alguém “mais domesticável” pelo PSD

Artigos Relacionados
x