Seguir o O MINHO

Guimarães

“A pequena Augustine partiu”

Doença rara inoperável emocionou França.

em

Augustine fez anos a 29 de julho, cinco dias antes do diagnóstico. Foto: Facebook de "Associacion Wonder Augustine"

Augustine, menina de apenas 4 anos de idade, morreu em França, depois de ter lutado contra um tumor no cérebro, doença rara e intratável que sensibilizou o povo francês para a falta de investimento na investigação deste tipo de patologias.

Filha de mãe vimaranense, natural de S. Torcato e São Lourenço de Selho, onde tem grande parte da família, os pais criaram uma página no Facebook chamada “Wonder Augustine”, onde procuraram angariar fundos e manter os familiares a par do estado de saúde da criança, cuja doença se manifestou no passado mês de julho e a deixou sem ver, andar e falar.

Internada dois dias depois de ter feito quatro anos, o tumor inoperável mudou por completo a vida da família no passado dia 03 de agosto.

A notícia da morte foi dada esta segunda-feira, através da página.

“A pequena Augustine partiu…”, escreveram os pais.

O glioma pontino difuso, doença que tirou a vida a Augustine, é um tumor que afeta cerca de 600 crianças, por ano, em todo o mundo. Após a sua manifestação, a esperança média de vida é de entre 9 e 12 meses.

Populares