Seguir o O MINHO

Aqui Perto

90 pescadores em confinamento e 10 infetados em Vila do Conde e Póvoa de Varzim

Covid-19

em

Foto: TVI

A Associação Pró Maior Segurança dos Homens do Mar (APMSHM) divulgou, esta sexta-feira, que subiu para 90 o número de pescadores da Póvoa de Varzim e Vila do Conde que estão a cumprir confinamento devido à pandemia de covid-19.

Desse grupo, a associação tem registo de que dez pescadores estão infetados com o novo coronavírus, sendo que os restantes testaram negativo, mas têm de cumprir quarentena por terem tido contacto com os que contrariam o vírus.

Devido a esta situação, são já cinco as embarcações que estão paradas, por não terem tripulantes disponíveis para fazer a sua atividade piscatória.

“A situação é preocupante, mas ainda não é de alarme social. Temos de resolver o problema à nascença para evitar uma desgraça. É preciso fazer mais testes, mas as Autoridades de Saúde não têm ligado aos pescadores”, disse José Festas, líder da APMSHM.

O dirigente deu conta de que, além da situação dos pescadores infetados com covid-19, há também casos ativos nos estaleiros de Vila do Conde e, eventualmente, em famílias da zona de Caxinas, revelando que ainda hoje foram testadas quatro mulheres que manuseavam o peixe em terra.

“Devíamos testar cerca de 3 mil pessoas desta comunidade piscatória de Vila do Conde e Póvoa de Varzim, entre pescadores e familiares. Por enquanto, estão cinco barcos, mas não podemos esperar que esse número chegue aos 50. Os impactos económicos já são muito fortes”, sugeriu José Festas.

Populares