Seguir o O MINHO

Braga

Braga avança com criação de Prémio de Inovação Urbana

Urbanismo

em

Foto: Divulgação / CM Braga

O Município de Braga vai lançar o Prémio iTBraga – Investigação, Inovação e Território, que vai premiar o desenvolvimento de novas soluções que respondam a desafios da sociedade actual, foi hoje anunciado.


Numa nota enviada a O MINHO, fonte da autarquia refere que o prémio visa promover a investigação e a transferência do conhecimento produzido nas Universidades, Politécnicos, Centros de Investigação e Saber e nas Empresas para o território, contribuindo para aumentar a qualidade de vida urbana e, consequentemente, o bem-estar dos cidadãos.

A medida, foi aprovada esta segunda-feira, em sede de reunião do Executivo Municipal, e terá como “centro nevrálgico” o Laboratório de Inovação Urbana – Castelo de Inovação. Este núcleo funciona como plataforma agregadora de várias entidades públicas e privadas, com o desígnio da inovação urbana em todos os domínios de intervenção do Município.

“O iTBraga tem como intento estudar, avaliar e implementar soluções, processos, serviços e sistemas inovadores, necessários ao desenvolvimento sustentável, inclusivo e inteligente e materializa-se na atribuição de apoios por parte do Município, no sentido do estimular a investigação, inovação e a territorialização do conhecimento produzido em prol do desenvolvimento urbano”, referiu Miguel Bandeira, vereador da Câmara Municipal de Braga, citado naquela nota.

O Laboratório de Inovação Urbana tem como propósito proceder ao levantamento das necessidades do Município e das potencialidades das Universidades e das empresas no âmbito da inovação urbana e estimular a cooperação entre pessoas singulares e colectivas, tendo como objectivo a concretização de fins referentes à inovação urbana

Este núcleo promove a investigação em inovação urbana, valorizando o potencial das novas tecnologias, dos novos materiais e dos novos sistemas de informação, para o desenvolvimento de soluções face aos desafios actuais da sociedade.

Este Laboratório visa impulsionar e valorizar as actividades de investigação e desenvolvimento tecnológico, através da criação de produtos e sistemas de inovação urbana, gerando, simultaneamente, novas oportunidades para o tecido empresarial.

Anúncio

Braga

Caso de covid-19 fecha restaurante em Vila Verde

Funcionário testou positivo

em

Foto: Churrascaria Central / Facebook

A Churrasqueira Central em Vila Verde está encerrada após um funcionário ter testado positivo para a covid-19.

É o próprio restaurante, situado na Avenida dos Combatentes da Guerra Colonial, a dar conta da situação, esta sexta-feira, na sua página de Facebook.

“Um dos nossos funcionários infelizmente testou positivo à covid-19. Para segurança de todos somos obrigados a encerrar. Agradeço a vossa compreensão”, lê-se na publicação.

Aviso partilhado na página de Facebook do restaurante.

Recorde-se que em Vila Verde regista-se um surto de covid-19 que teve origem, precisamente, num restaurante.

Surto de covid em Vila Verde está estagnado e descem os casos ativos

De acordo com as últimas informações apuradas por O MINHO junto de fonte local da saúde, na quarta-feira, o surto estava estagnado e contava com uma redução do número de casos ativos (84).

O MINHO tentou contactar a gerência, mas sem sucesso.

Continuar a ler

Braga

Escola em Braga fechada por falta de funcionários reabriu esta sexta-feira

Educação

em

Foto: DR

A EB1 Ponte Pedrinha, em Braga, que na quinta-feira permaneceu fechada por falta de funcionários já reabriu esta sexta-feira.

A Associação de Pais, na sua página de Facebook, adiantou que hoje a escola “irá funcionar dentro da normalidade”.

Escola em Braga fechada por falta de funcionários

De acordo com a RUM – Rádio Universitária do Minho , a empresa municipal Bragahabit disponibilizou temporariamente um assistente operacional, o que permite a reabertura.

Em causa estão 150 alunos do 1.º ao 4.º anos.

Continuar a ler

Braga

Câmara de Braga atribui 10 mil euros à Associação de Apoio à Vítima

Proposta será votada segunda-feira em reunião do executivo

em

Foto: Ilustrativa / Arquivo

A Câmara de Braga vai apoiar com dez mil euros anuais a delegação local da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

A medida que vai ser votada, segunda-feira, em reunião do executivo, tem em conta “a importância da promoção de serviços de apoio capazes de dar resposta, de uma forma próxima, qualificada e humanizada, às necessidades e expectativas dos cidadãos vítimas de infrações penais”.

Na mesma reunião, será votada a proposta de adjudicação por 699 mil euros à construtora local ABB – Alexandre Barbosa Borges, a repavimentação da Avenida Padre Júlio Fragata, na freguesia de S. Vítor, a via urbana com mais intensidade de tráfego médio diário anual do concelho.

A obra – diz a Autarquia – justifica-se pelo “atual elevado estado de degradação do pavimento, o que põe em causa os critérios de segurança da circulação”.

Requalificação de avenida junto ao Braga Parque adjudicada à ABB por 699 mil euros

“Esta via urbana foi dimensionada e gerida de modo a garantir bons níveis de segurança e razoáveis níveis de fluidez e rapidez dos fluxos motorizados através da adoção de soluções geométricas que evitem problemas de congestionamento e que permita a circulação ás velocidades adequadas”, acentua a proposta da Divisão de Obras.

Continuar a ler

Populares