Seguir o O MINHO

País

Volume de negócios na indústria acelera 31,5% em junho

Economia

em

Foto: DR / Arquivo

O índice de volume de negócios na indústria acelerou em junho para um aumento homólogo de 31,5%, mais 2,4 pontos percentuais do que em maio e refletindo o aumento “expressivo” de preços na indústria, segundo o INE.

“O resultado global continuou fortemente influenciado pelo aumento dos preços na indústria, cuja variação se situou em 25,7% (24,5% em maio)”, explica o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Excluindo o agrupamento de `energia`, as vendas na indústria cresceram 24,2% em junho (24,3% em maio).

O índice de vendas para o mercado nacional cresceu 27,2% (26,2% em maio), contribuindo com 15,7 pontos percentuais (p.p) (15,3 p.p. em maio) para a variação do índice total.

Já as vendas para o mercado externo cresceram 37,5% (33,3% no mês anterior), originando um contributo de 15,8 p.p. (13,8 p.p. em maio).

Por agrupamentos, a `energia` deu o contributo mais expressivo para a variação do índice deste mercado, de 13,9 p.p., em resultado do crescimento de 48% (41,2% em maio).

Os `bens intermédios` e os `bens de consumo` desaceleraram 3,8 p.p. e 4,5 p.p., respetivamente, para variações de 17,2% e 18,1% em junho, tendo contribuído com 5,9 p.p. e 5,0 p.p., pela mesma ordem, para o total deste mercado, enquanto os `bens de investimento` aceleraram 15,7 p.p., para uma taxa de crescimento de 26,0%, originando um contributo de 2,4 p.p..

No segundo trimestre, o volume de negócios na indústria registou um aumento homólogo de 26,5%, acima da subida de 21,9% no primeiro trimestre precedente.

O emprego, as remunerações e as horas trabalhadas registaram crescimentos homólogos de 2,9%, 6,4% e 2,5%, respetivamente (3,2%, 7,8% e 3,1% em maio, pela mesma ordem).

EM FOCO

Populares