Seguir o O MINHO

Desporto

Volta a Portugal em bicicleta com ‘luz verde’ para ir para a estrada

Ciclismo

em

Foto: DR

A edição de 2020 da Volta a Portugal em bicicleta vai poder realizar-se mediante as restrições aprovadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), confirmou hoje a Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto.


Em resposta à Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), a que a Lusa teve hoje acesso, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto afirmou que, com o plano sanitário apresentado e mediante a resolução do Conselho de Ministros que permite competições individuais ao ar livre desde 01 de junho, “estão reunidas as condições para a sua realização nos termos propostos”.

A principal prova velocipédica do calendário nacional enquadra-se nas orientações para a retoma de competições ao ar livre de modalidades individuais, mas João Paulo Rebelo reconheceu especial atenção à Volta.

“No caso da Volta a Portugal em bicicleta, esta competição foi alvo de uma avaliação concreta por parte da DGS, quanto às medidas de mitigação a serem implementadas com vista à redução do risco de contágio da covid-19, que foram propostas pela FPC”, lê-se na referida carta.

João Paulo Rebelo rematou a resposta à FPC com a confirmação da possibilidade de concretizar a 82.ª edição da prova, que vai para a estrada entre 29 de julho e 09 de agosto.

“Tendo por base estes documentos e o plano que a FPC apresentou à DGS e a este gabinete, bem como as medidas que a organização da Volta a Portugal em bicicleta se propõe implementar, estão reunidas as condições para a sua realização nos termos propostos”, vincou o governante.

Na sexta-feira, em resposta enviada à Lusa, a DGS afirmou que, “de acordo com plano apresentado”, está previsto que “a prova decorra de 29 de julho a 09 de agosto”, assegurando o distanciamento social e interditando concentrações com mais de 20 pessoas.

Neste domingo, a FPC divulgou o plano de contingência para a realização da Volta a Portugal, que inclui a realização de testes à covid-19 aos ciclistas antes de uma quarentena e 24 horas antes do início da prova.

“A distância das etapas e o número máximo de participantes sofrerão cortes face aos limites máximos regulamentares”, detalhou o organismo federativo, que vai restringir o acesso do público às áreas de partida e chegada das etapas.

As equipas estrangeiras presentes, além da exigência anterior, terão de comprovar a realização de testes à covid-19 a todos os elementos (ciclistas e ‘staff’) com resultado negativo no máximo até cinco dias antes de entrarem em Portugal, de acordo com a FPC.

Ainda segundo este plano sanitário, a organização da prova vai ser responsável pela distribuição das equipas pelas unidades hoteleiras, limitando o seu número na mesma unidade de alojamento e criando corredores de circulação que permitam afastar os seus membros dos restantes hóspedes.

Também no domingo, a Câmara Municipal de Viana do Castelo decidiu interditar a passagem da corrida pelo território do concelho, por “prudência” e para evitar “sinais contraditórios” à sociedade.

Anúncio

Futebol

Defesa do Braga reforça Moreirense

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O lateral esquerdo Pedro Amador reforçou o Moreirense, da I Liga portuguesa de futebol, com um contrato válido até ao final da época 2023/24, informou hoje o clube minhoto.

O defesa, de 21 anos, vai representar os ‘cónegos’, depois de ter cumprido a época passada no SC Braga, tendo realizado 11 jogos e marcado dois golos pela equipa B, no Campeonato de Portugal, e nove jogos pela equipa principal, que terminou a I Liga na terceira posição.

Natural de Santa Iria da Azóia, no concelho de Loures, o primeiro reforço oficializado pelo Moreirense para a época 2020/21 cumpriu a formação no Sporting, no Sacavenense e no Belenenses, antes de iniciar a carreira de sénior no 1.º de Dezembro, do Campeonato de Portugal, na época 2017/18.

Contratado pelo Braga em janeiro de 2018, Pedro Amador cumpriu ainda 25 jogos pela equipa B arsenalista na II Liga, entre as épocas 2017/18 e 2018/19.

Continuar a ler

Futebol

Braga empresta Pablo Santos a clube da Turquia

Mercado de transferências

em

Foto: DR / Arquivo

O defesa central Pablo Santos foi emprestado pelo SC Braga aos turcos do Hatayspor, informou hoje o clube minhoto da I Liga de futebol.

O jogador brasileiro de 28 anos já tinha sido emprestado na segunda metade da época passada ao Rubin Kazan, da Rússia e, agora, vai jogar até ao final da temporada 2020/21 no Hatayspor, clube que ascendeu ao primeiro escalão do futebol turco há poucas semanas.

Pablo Santos chegou a Portugal em 2017/18, ao Marítimo, e na temporada seguinte ingressou no SC Braga, clube no qual realizou uma época e meia.

Continuar a ler

Futebol

Alef sai do Braga para os húngaros do MOL Fehérvár

Mercado de transferências

em

Foto: DR / Arquivo

O futebolista brasileiro Alef vai ser reforço dos húngaros do MOL Fehérvár, anunciou hoje o SC Braga, clube com o qual ainda tinha contrato.

O médio, de 25 anos, termina a ligação contratual com os minhotos de cinco temporadas sem nunca se ter conseguido impor em Braga, tendo sido cedido a título definitivo.

Internacional sub-20 pelo Brasil, Alef foi contratado pelo SC Braga em 2015/16, mas fez apenas um jogo nessa época pela equipa principal.

Depois, foi emprestado ao Umm-Salal (Qatar), Apollon Limassol (Chipre), AEK (Grécia) e, na última época, ao APOEL (Chipre).

Continuar a ler

Populares