Seguir o O MINHO

Futebol

Vizela recusa novo horário de jogo com Belenenses SAD

I Liga

em

O Vizela informou hoje que não aceita o horário do reagendamento do jogo com o Belenenses SAD, da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, para 02 de janeiro, devido ao surto do coronavírus no clube de Lisboa.

Depois de os ‘azuis’ terem confirmado, na quinta-feira, que a variante Ómicron do coronavírus motivou o isolamento de 79 pessoas ligadas à equipa de futebol, 19 das quais estão infetadas, sem contar com “as famílias dos profissionais”, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) decidiu o adiamento do jogo – inicialmente marcado para as 20:15 de segunda-feira – para as 20:30 de 02 de janeiro de 2022, algo que, para os minhotos, desrespeita os adeptos.

“Não teve, esta Liga Portugal, qualquer respeito pelos adeptos do futebol em geral, nem do FC Vizela e da Belenenses SAD, em particular, atendendo à data e horário a que decidiu impor o jogo. Não aceitamos o reagendamento do jogo para este horário, imposto de forma unilateral, e vamos desenvolver todos os esforços possíveis para reverter a situação”, refere a nota publicada no sítio oficial.

Os vizelenses criticaram ainda o facto de terem tido “menos de 11 horas” para “acertar o horário de um jogo”, já que a LPFP determinou, às 23:10 de quinta-feira, que o clube tinha até às 10:00 de hoje para “ajustar o respetivo horário para a proposta de reagendamento para 02 de janeiro”.

“A proposta, na realidade, nunca o foi, pois nunca esta sociedade foi consultada anteriormente para o efeito e o conteúdo do e-mail sugere apenas que possamos fazer um ajuste horário”, acrescenta o comunicado.

O Vizela alegou também que um e-mail enviado à LPFP ficou sem resposta por “mais de cinco dias”, até chegar a notificação das 23:10, sob a forma de “imposição”.

“Nunca fomos ouvidos com razoabilidade nesta matéria e muito menos a Liga Portugal foi tão célere a responder às nossas solicitações ou a esclarecer as dúvidas que expusemos sobre procedimentos que influem diretamente o curso normal de uma competição que se quer igual”, lê-se ainda no comunicado.

O encontro entre Vizela e Belenenses SAD foi o segundo da 13.ª jornada a ser adiado, depois do embate entre Tondela e Moreirense, reagendado para 03 de janeiro de 2022, devido ao surto do coronavírus nos ‘beirões’, que solicitaram esta alteração à LPFP.

Apesar do surto do coronavírus SARS-CoV-2 que atingiu jogadores, treinadores e elementos da estrutura, o Belenenses SAD apresentou-se com nove jogadores no receção ao Benfica, da jornada anterior, no sábado (27 de novembro).

O encontro foi suspenso no início da segunda parte, aos 48 minutos, depois de os ‘azuis’ terem ficado sem o número mínimo de futebolistas legalmente exigido para o desenrolar de um jogo (sete).

Para a segunda parte do encontro, o Belenenses SAD regressou com apenas sete atletas, mas a lesão de mais um jogador originou o fim do encontro, que o Benfica vencia por 7-0.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) sustentou a realização do jogo com a ausência de um pedido formal de adiamento, tendo, na segunda-feira, reunido a direção de emergência e avançado com uma participação para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que já instaurou um processo com “natureza urgente”, para apurar responsabilidades.

Populares