Seguir o O MINHO

Ave

Vizela quer Governo a avaliar construção de emissário na ETAR de Serzedo

Poluição

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara e Vizela informou hoje que vai pedir ao ministro do Ambiente que avalie a construção de um emissário na estação de tratamento de Serzedo, junto ao rio Vizela, para o qual já existe projeto, mas falta financiamento.


Segundo a autarquia, a empresa de capitais públicos Águas do Norte, que gere aquela estação, apresentou o projeto à autarquia, numa reunião realizada na segunda-feira, mas informou não ter dotação financeira para a sua execução.

O emissário proposto pela empresa custará cinco milhões de euros e assegurará a ligação entre as estações de tratamento de águas residuais (ETAR) de Serzedo e Lordelo, ambas no concelho de Guimarães.

A autarquia de Vizela espera que a solução técnica apresentada pela empresa Águas do Norte “resolva definitivamente” a questão da poluição no rio Vizela, que o município atribui às descargas alegadamente efetuadas pela ETAR de Serzedo, alguns quilómetros a montante da cidade de Vizela.

Aquela posição será comunicada ao ministro da tutela numa reunião, entretanto já solicitada ao governante.

Na segunda-feira, o presidente da câmara, Vítor Hugo Salgado disse aos jornalistas, em conferência de imprensa, que as análises realizadas pelo município ao rio Vizela indicam que a estação de tratamento de Serzedo está a contaminar a água.

Segundo o autarca, os resultados das análises realizadas em julho às amostras captadas à saída da estação de tratamento apontam para valores acima do permitido, em termos microbiológicos e químicos.

O presidente anunciou novas medidas no âmbito da estratégia da autarquia para pôr cobro à poluição naquele afluente do Ave, destacando a convocação de uma vigília à porta do equipamento situado no concelho vizinho de Guimarães, agendada para quarta-feira, às 19:30.

O autarca informou que serão disponibilizadas centenas de velas para as pessoas acenderem junto à ETAR, sinalizando “simbolicamente o seu protesto”.

Anúncio

Ave

Homem desaparecido desde sexta quando ia a um funeral em Famalicão

Desaparecimento

em

Foto: DR

Uma família lançou um apelo à população em busca de informações sobre o paradeiro de um homem que se encontra desaparecido desde a passada sexta-feira, quando saiu de casa para ir a um funeral no concelho de Famalicão.

Segundo disse a O MINHO uma sobrinha, Sandra Silva, o homem, chamado António Alves da Silva, saiu de casa na passada sexta-feira, em Santo Tirso, dizendo que ia a um funeral de um cunhado na freguesia de Lousado, em Famalicão.

Desde então, o homem, que sofre de princípios de demência, embora medicado, nunca mais foi visto.

A sobrinha indica que António se deslocava num Opel Corsa preto, modelo antigo, na última vez que foi visto junto a um café, em Areias, concelho de Santo Tirso, pelas 14:30 de sexta-feira.

A família já reportou o caso às autoridades que estão a desenvolver diligências para encontrar o desaparecido, que mora sozinho.

Informações podem ser reportadas ao comando distrital da PSP (253 200 420), GNR (253 203 030) ou diretamente à sobrinha, Sandra Silva (914210985).

Continuar a ler

Ave

Freguesia de Famalicão oferece 250 euros por cada nascimento

Natalidade

em

Foto: Facebook / Divulgação

A Junta da União de Freguesias de Ruivães e Novais, em Famalicão está a oferecer um cheque de 250 euros a cada família que tenha tido um nascimento.

Esse cheque é reservado a compras no comércio local e pretende ser “um incentivo à natalidade”.

Segundo Duarte Veiga, presidente daquela autarquia, em 2020 foram entregues 1.000 euros junto da comunidade das duas freguesias, totalizando quatro nascimentos.

Continuar a ler

Ave

Pedra cai de telhado e deixa homem em estado crítico em Famalicão

Acidente de trabalho

em

Foto: DR

Um homem de 39 anos ficou com ferimentos muito graves na sequência de um acidente de trabalho, ao final da tarde desta sexta-feira, em Famalicão.

Ao que apurou O MINHO junto de fonte do comando territorial da GNR em Braga, o homem estaria a proceder a trabalhos junto a um pavilhão em construção na freguesia de Fradelos quando uma pedra de grande porte terá caído do telhado, atingindo o homem num braço e numa perna.

Para o local foram acionados os Bombeiros de Famalicão com uma ambulância.

Face à gravidade dos ferimentos, a vítima foi transportada de emergência, em estado crítico, para o Hospital de São João, no Porto, com acompanhamento da equipa médica da VMER de Famalicão.

A GNR registou a ocorrência.

O alerta foi dado às 18:10 para a rua de Portemião.

Continuar a ler

Populares