Seguir o O MINHO

Futebol

Vitória triunfa e regressa à luta pelos lugares europeus

29.ª jornada da Liga

em

O Vitória SC encerrou hoje um ciclo de quatro jogos sem triunfos, ao receber e vencer o Vitória de Setúbal por 2-0, com dois golos vistosos, em partida da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.


Os vimaranenses dominaram quase sempre uma partida disputada com ritmo baixo e selaram o triunfo com tentos de Marcus Edwards, após lance individual, aos 29 minutos, e de Ouattara, num ‘chapéu’, aos 83, frente a um adversário que terminou o jogo reduzido a oito elementos, face às expulsões de Leandrinho (70), Guedes (90+2) e Sílvio (90+4).

O resultado permitiu aos vimaranenses ficarem a dois pontos do quinto lugar, ocupado pelo Famalicão, que perdeu hoje na receção ao Portimonense (1-0), e deixou os sadinos, sem triunfos há 11 jogos, no 14.º lugar, a três pontos da zona de despromoção, onde está precisamente a turma de Portimão (17.ª posição).

O jogo começou praticamente com uma grande penalidade desperdiçada pelos anfitriões: após derrubado por Sílvio no interior da área sadina, André André atirou rasteiro, ao lado da baliza de Lucas Paes, guarda-redes brasileiro, de 22 anos, que se estreou hoje a titular, face ao castigo de Makaridze, a opção mais habitual.

Sem vencer há 10 jornadas, a formação setubalense apareceu em Guimarães com um posicionamento adiantado sem bola e foi melhor nos primeiros 15 minutos, mas o Vitória minhoto começou a ‘empurrar’ o jogo para o meio-campo contrário, tentando desequilibrar a partir das alas, por Ola John e Marcus Edwards.

O golo inaugural da partida surgiu mesmo dos pés do inglês, aos 29 minutos: após receber a bola a meio do meio-campo sadino, o extremo progrediu até à área, ultrapassou Semedo e Jubal e ‘fuzilou’, com o pé esquerdo, as redes contrárias.

O treinador setubalense, Julio Velázquez substituiu Carlinhos por Nuno Valente, quatro minutos após o golo, mas a turma de Guimarães continuou a dominar a partida, com Bruno Duarte a falhar, por centímetros, a ‘emenda’ para o segundo golo, ao minuto 38.

A segunda parte começou com uma toada semelhante à da primeira, com a turma anfitriã a circular a bola por mais tempo, mas o Vitória de Setúbal finalmente criou perigo, quando Jubal, na sequência de um canto batido aos 58 minutos, rematou ao lado da baliza de Douglas.

O encontro prosseguiu ‘morno’, com os sadinos a ficarem reduzidos a 10 elementos, aos 70 minutos, quando Leandrinho atingiu a perna de André André com a sola da chuteira, a meio-campo.

A partir daí, o Vitória SC desperdiçou três ocasiões, até o burquinês Ouattara, em posição frontal à baliza, ainda fora da área, bater Lucas Paes com um ‘chapéu’ e sentenciar a partida.

Incapaz de reagir, a equipa de Setúbal ficou ainda prejudicada para a receção ao Paços de Ferreira, na próxima ronda, com Guedes a ver o cartão vermelho direto após atingir Suliman, num lance sem bola, e Sílvio a ser expulso, após falta, por trás, sobre Ouattara.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Vitória SC – Vitória de Setúbal, 2-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Marcus Edwards, 29 minutos.

2-0, Ouattara, 83.

Equipas:

– Vitória SC: Douglas, Sacko, Frederico Venâncio, Suliman, Florent, Mikel Agu, Pepê (Dénis Poha, 46), André André (André Almeida, 81), Marcus Edwards (Rochinha, 86), Ola John (Davidson, 65) e Bruno Duarte (Ouattara, 65).

(Suplentes: Jhonatan, Victor Garcia, Dénis Poha, Lucas Evangelista, André Almeida, Rochinha, Ouattara, Davidson e João Pedro).

Treinador: Ivo Vieira.

– Vitória de Setúbal: Lucas Paes, Sílvio, Jubal, Artur Jorge, André Sousa, Semedo, Leandrinho, Éber Bessa (Mansilla, 79), Carlinhos (Nuno Valente, 34), Berto e Guedes.

(Suplentes: João Valido, Bruno Pirri, João Meira, Leandro Vilela, Nuno Valente, Mathiola, Montiel, Alex e Mansilla).

Treinador: Julio Velázquez.

Árbitro: Gustavo Correia (Associação de Futebol do Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Artur Jorge (52). Cartão vermelho direto para Leandrinho (70), Guedes (90+2) e Sílvio (90+5).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Anúncio

Futebol

Liga dos Campeões: António Costa espera grande momento desportivo em Lisboa

Futebol

em

António Costa. Foto: Twitter

O primeiro-ministro António Costa saudou as equipas presentes na inédita ‘final a oito’ da Liga dos Campeões de futebol, entre hoje e 23 de agosto, esperando que se concretize num grande momento desportivo em Lisboa.

“Gostaria de dirigir uma mensagem de boas-vindas às oito equipas que vão disputar em Portugal a ‘final a oito’ da Liga dos Campeões, no fim desta época 2019/20, tão especial e tão diferente de anos anteriores. Temos em Lisboa as oito melhores equipas de futebol da Europa e quero que este torneio seja um grande momento desportivo”, afirmou António Costa.

A fase final da principal competição continental de clubes arranca hoje, às 20:00, em Lisboa, com o embate entre os italianos da Atalanta e os franceses do Paris Saint-Germain, no Estádio da Luz, para os quartos de final.

Seguem-se, até sábado, os restantes embates desta fase, disputada a um só jogo e sem público, e as meias-finais, nas próximas terça e quarta-feira, nos estádios José Alvalade e da Luz, que vai acolher a final, em 23 de agosto.

Este foi o formato encontrado para fazer face à pandemia de covid-19, que levou à suspensão de quase todos os campeonatos, tendo a UEFA escolhido a capital portuguesa para receber esta inédita fase final, que tinha o embate decisivo marcado para Istambul.

“É uma grande honra podermos receber este evento, que, por um lado demonstra a extraordinária capacidade organizativa de Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), demonstrada desde o Euro2004 (…), mas é também uma forma de reconhecimento da UEFA como o local mais seguro para receber a competição”, prosseguiu Costa.

Na mensagem de boas-vindas, a primeiro-ministro reconheceu a frustração pela ausência de público nos estádios, deixando, mesmo assim, um convite à visita ao país.

“Quem quer que venha, seja para a competição, ou para férias, ou por outra razão, é muito bem-vindo a Portugal e poderá estar em segurança em Portugal”, rematou Costa.

Continuar a ler

Futebol

Vitória SC recorre do castigo de um jogo à porta fechada

Distúrbios em partida com o Benfica

em

Foto: DR / Arquivo

O Vitória SC vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada imposto pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na terça-feira, confirmou hoje à Lusa fonte oficial dos minhotos.

A punição respeita aos distúrbios ocorridos no jogo entre Vitória e Benfica, relativo à 15.ª jornada da I Liga portuguesa e disputado em 04 de janeiro, em Guimarães, com um triunfo ‘encarnado’, por 1-0.

Os primeiros desacatos no Estádio D. Afonso Henriques surgiram após o golo do argentino Cervi, aos 23 minutos, com arremessos de tochas e de cadeiras entre um setor da bancada Nascente, reservado a adeptos vitorianos, e um outro da Norte, reservado a aficionados benfiquistas, que obrigaram a Polícia de Segurança Pública (PSP) a intervir e interromperam a partida por três minutos.

O desafio voltou a ser interrompido ao minuto 45, nos instantes finais da primeira parte, quando algumas cadeiras foram arremessadas de um setor vitoriano, e nos intervalos entre os minutos 61 e 63 e também 81 e 83, quando algumas tochas caíram no relvado a partir do setor ‘encarnado’.

Num comunicado emitido na terça-feira, o CD da FPF puniu ainda os vimaranenses com uma multa de 29.631 euros e as ‘águias’ com uma multa de 34.068 euros.

O Benfica foi ainda condenado a pagar ao Vitória os “danos causados num painel LED de publicidade”, refere o comunicado.

Continuar a ler

Futebol

Covid-19: Barcelona anuncia infetado em grupo onde está Trincão

Ex-SC Braga

em

Francisco Trincão. Foto: SC Braga

Um dos nove futebolistas do FC Barcelona que estão a iniciar a pré-temporada testou positivo à covid-19, informou hoje o clube, acrescentando que estes jogadores não contactaram com a equipa que vai disputar a Liga dos Campeões.

O português Trincão (ex-SC Braga) é um dos jogadores que integra este grupo no emblema catalão, juntamente com Pedri, Rafinha, Aleñá, Oriol Busquets, Miranda, Matheus Fernandes, Todibo e Wague.

De acordo com o clube, o jogador em causa está assintomático e a cumprir isolamento domiciliário, não tendo tido contacto com a comitiva que vai viajar na quinta-feira para Lisboa, onde vai disputar a ‘final a oito’ da ‘Champions’.

O FC Barcelona defronta os alemães do Bayern Munique, na sexta-feira, a partir das 20:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, o jogo dos quartos de final.

Continuar a ler

Populares