Seguir o O MINHO

Futebol

“Ficámos aquém do que o clube e os adeptos [do Vitória] merecem”

Rochinha

em

Foto: Instagram de Rochinha

Rochinha, extremo-esquerdo do Vitória SC, recorreu às redes sociais para deixar um balanço da época 2021/2022, em que o clube de Guimarães terminou no sexto lugar da I Liga portuguesa de futebol e falhou os cinco primeiros pela terceira época seguida, marcada pela alternância nas exibições e pelos golos sofridos em 26 das 34 jornadas.

“Foi uma época intensa, com altos e baixos, em que muitas vezes conseguimos mostrar o que somos e outras tantas em que ficamos aquém do que o clube e os adeptos merecem”, escreveu no Instagram, onde partilhou um conjunto de imagens [deslizar>].

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Rochinha (@drochinha)

O futebolista de 27 anos, feitos no início deste mês, destacou, ainda, o orgulho por ter chegado a capitão de equipa.

“Apesar de tudo, a nível pessoal foi uma época muito especial para mim, porque envergar a braçadeira de capitão num clube como o Vitória SC orgulha-me muito!”, assinalou Rochinha. E continuou: “para além disso nasceu o Guilherme, sócio n.º 28.844 deste clube, e ainda tive a oportunidade de entrar com ele no relvado do D. Afonso Henriques”.

Vitória SC inconstante falha cinco primeiros

Rochinha, de acordo com os registos no site zerozero, esteve em 30 jogos da equipa, num total de 1973 minutos jogados, com 5 golos e uma assistência, na I Liga, e em 36 jogos, somando 2463 minutos, 7 golos e quatro assistências, no total.

O Vitória SC, sexto classificado da I Liga, aguarda pelo desfecho da final da Taça de Portugal, marcada para o próximo domingo, dependendo da vitória do FC Porto, frente ao Tondela, para se apurar para a Liga Conferência da próxima época.

Populares