Seguir o O MINHO

Desporto

Vitória SC cria secção de artes marciais mistas

Rafael Silva é o diretor técnico

em

Foto: DR

O Vitória SC criou a secção de artes marciais mistas (MMA), uma modalidade que o diretor Luís “Pinho” Silva, citado na página do clube, diz ter duas fortes apostas: “Para além da vertente da competição sénior, onde o objetivo é levar o nome do Vitória aos maiores palcos do mundo, a secção de MMA terá também uma forte componente de ensino e formação de jovens atletas”.

Recorde-se que Guimarães é a terra de Pedro Carvalho, um dos mais conhecidos atletas mundiais, que compete na Bellator, segundo circuito mais importante da modalidade.

A secção do Vitória SC conta com cerca de 40 atletas, 9 dos quais federados. Uma situação justificada pela falta de competição a nível amador originada no cenário pandémico atual.

“Desde os 6 anos até atletas de idade sénior, no MMA vitoriano aprende-se vários tipos de luta desde o wrestling, a luta greco-romana, submission ou luta olímpica, sempre com os valores fundamentais da disciplina, do respeito e da lealdade”, refere o clube.

Pinho fala da ligação ao Vitória como um sonho tornado realidade que vai fazer crescer ainda mais uma modalidade que Guimarães já conhece: “O amor ao clube foi uma parte fundamental desta ligação. Quando surgiu a oportunidade de representar o clube foi um sonho concretizado. A cidade já conhece o nosso MMA, mas o nome Vitória vai fazer com que a divulgação e a atração do MMA sejam ainda maiores”.

A direção técnica da secção está a cargo do Mestre Rafael Silva, “um ex-atleta que ganhou tudo o que havia para ganhar na modalidade e que hoje trabalha para criar os campeões de amanhã”.

“Levar o nome do clube aos maiores palcos e formar homens e atletas são as missões que a mais recente secção de artes marciais mistas se propõe fazer, agora de Rei ao peito”, conclui o Vitória SC.

EM FOCO

Populares