Vitória quer “fazer melhor” na Liga Conferência

Assume o diretor desportivo Rogério Matias
Foto: Vitória SC

O Vitória SC quer melhorar o desempenho da época transata na Liga Conferência Europa de futebol e atingir a fase de grupos da edição 2024/25, afirmou hoje o diretor desportivo dos vimaranenses, Rogério Matias.

Após o sorteio da segunda pré-eliminatória da prova da UEFA, que colocou na rota dos portugueses o Floriana (Malta) ou o Tre Penne (San Marino), equipas que se defrontam na primeira ronda preliminar, em 11 e 18 de julho, o dirigente afirmou que os minhotos têm responsabilidade de superar a prestação de 2023/24, em que ‘caíram’ na segunda pré-eliminatória, ante os eslovenos do Celje.

“Esse é o nosso compromisso e o nosso desafio para este ano: fazer melhor do que no ano passado e tentar chegar à fase de grupos. Não podemos pensar na fase de grupos sem ultrapassarmos os jogos pela frente, seja qual for o adversário”, realçou, em declarações à Lusa.

Cabeça de série na eliminatória com primeira mão agendada para 25 de julho, em Guimarães, e segunda mão para 01 de agosto, fora de portas, o Vitória deve “partir do pressuposto” de que o vice–campeão de Malta ou o vencedor do play–off de acesso à Liga Conferência em San Marino, após o terceiro lugar no campeonato, têm de “ter valor”, acrescentou.

“O nome das equipas ou o país que elas representam diz-me muito pouco. Diz-me mais aquilo que poderemos fazer em campo. O futebol é, muitas vezes, fértil em surpresas. Queremos é estar focados no que podemos fazer para ultrapassar o adversário, seja ele qual for”, disse.

Antigo lateral esquerdo dos vitorianos, com 166 jogos oficiais entre 2000/01 e 2005/06, e diretor desportivo desde maio de 2022, Rogério Matias vincou ainda que os jogadores devem ter “a noção de que é uma responsabilidade muito grande representar o Vitória e Portugal nas competições europeias”, até porque beneficiam o futebol luso “quanto melhor figura” deixarem.

O dirigente reconheceu também que o facto de o primeiro jogo oficial da época se disputar em casa pode gerar “algum entusiasmo” entre os adeptos vimaranenses e expressou o desejo de ver o Estádio D. Afonso Henriques, com lotação aproximada de 30 mil lugares, cheio.

O sorteio com palco na sede da UEFA, em Nyon, na Suíça, realizou–se no mesmo dia em que o plantel treinado por Rui Borges se apresentou para os testes médicos, com o diretor desportivo vimaranense a assumir a intenção de melhorar não só o desempenho na Liga Conferência Europa, mas também nas competições internas.

Quinto classificado na edição 2023/24 da I Liga e semifinalista da Taça de Portugal, o Vitória espera juntar mais reforços aos três já assegurados – o defesa João Teixeira Mendes e os médios Marco Cruz e Samu –, mas sem colocar em causa o equilíbrio financeiro.

“Em termos de saídas e entradas, todos os clubes em Portugal são mais vendedores do que compradores, e a nossa estratégia passa muito por reforçar a equipa compensando com vendas (…) Temos de ser muito ponderados e equilibrados em termos de saídas e entradas”, disse.

Além de superarem a segunda pré–eliminatória, os minhotos têm de vencer a terceira pré-eliminatória, agendada para 08 e 15 de agosto, e os play-off, em 22 e 29 de agosto, para atingirem a fase de grupos da terceira competição europeia de clubes.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Loja da JOM em Viana fecha na quinta-feira (e vai para um novo local)

Próximo Artigo

Plano de ação de apoio aos media estará fechado "até final do ano"

Artigos Relacionados
x