Seguir o O MINHO

Vitória SC

Vitória e Benfica dão pontapé de saída na I Liga hoje à noite no Estádio da Luz

em

Foto: DR/Arquivo

O Vitória SC e o vice-campeão Benfica dão hoje o ‘pontapé de saída’ na I Liga de futebol, com o jogo que marca o arranque da competição, agendado para o Estádio da Luz, às 20:30.

No Vitória SC, o ‘novo’ treinador Luís Castro disse querer apresentar-se na Luz com uma equipa que consiga jogar em “zonas adiantadas” e ter, assim, maiores argumentos para sair de Lisboa com sucesso.

Os ‘encarnados’ jogam antes do fim de semana, face ao importante compromisso da equipa na próxima terça-feira, em que tenta em Istambul o apuramento para o ‘play-off’ da Liga dos Campeões, depois de ter vencido na Luz o Fenerbahçe (1-0).

No arranque da I Liga, o técnico Rui Vitória deverá contar com o reforço Ferreyra na frente do ataque, num momento em que se mantém o ‘tabu’ em relação à continuidade do brasileiro Jonas, melhor marcador na última época.

Na primeira jornada da época 2018/19, o FC Porto, que defende o título, estreia-se no sábado com a receção ao Desportivo de Chaves, num jogo em que o treinador Sérgio Conceição está castigado, depois de ter sido expulso na Supertaça, enquanto o Sporting visita no domingo o Moreirense. O SC Braga estreia-se em casa, frente ao Nacional, domingo à noite.

1.ª jornada:

– Sexta-feira, 10 ago:

Benfica – Vitória SC (BTV), 20:30.

– Sábado, 11 ago:

Vitória de Setúbal – Desportivo das Aves (Sport TV), 16:30.

Tondela – Belenenses (Sport TV), 19:00.

FC Porto – Desportivo de Chaves (Sport TV), 21:00.

– Domingo, 12 ago:

Marítimo – Santa Clara (Sport TV), 16:00.

Feirense – Rio Ave (Sport TV), 16:00.

Moreirense – Sporting (Sport TV), 18:30.

SC Braga – Nacional (Sport TV), 20:30.

– Segunda-feira, 13 ago:

Portimonense – Boavista (Sport TV), 20:15.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Futebol

Vitória SC B perde com Cova da Piedade em Almada

em

O Vitória SC B perdeu este sábado com o Cova da Piedade, por 1-0, num encontro da 18.ª jornada, colocando um ponto final em quatro desaires consecutivos.

Com o novo técnico Miguel Leal, o terceiro treinador da temporada, depois das saídas de Eurico Gomes e de Hugo Falcão, a assistir à partida na tribuna de imprensa, a formação de Almada conseguiu chegar ao tento vitorioso apenas na segunda parte, através do central brasileiro Aleff, aos 71 minutos.

O primeiro tempo no Municipal José Martins Vieira foi de dificuldades extremas para os jogadores, uma vez que a forte chuva que se fez sentir tornou o relvado bastante pesado e dificultou as ações em campo.

As condições climatéricas mantiveram-se nos segundos 45 minutos, no entanto, a superioridade acabou por ser do Cova, tendo chegado ao golo por intermédio do reforço de ‘inverno’ Aleff, depois de saltar mais alto do que os centrais do Vitória, na cobrança de um canto de Hugo Firmino.

Do lado dos visitantes, Aziz teve a melhor chance nos pés, mas na ‘cara’ de Anacoura permitiu a mancha ao guardião.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Municipal José Martins Vieira, em Almada.

Cova da Piedade – Vitória SC B, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, Allef, 71 minutos.

Equipas:

– Cova da Piedade: Anacoura, Pedro Coronas, Rafael Amorim, Allef, Evaldo, Yan Victor, Sori Mané, Hugo Firmino, Miguel Rosa (Rodrigo Martins, 90), Sami (Dieguinho, 68) e Danilo Dias (Ronaldo Tavares, 46).

(Suplentes: Márcio Rosa, Gonçalo Maria, Ronaldo Tavares, Helinho, Rodrigo Martins, Deng Liu e Dieguinho).

Treinador: Miguel Leal.

– Vitória SC B: Daniel Figueira, João Correia (Maga, 69), Tapsoba, Roman Correia (Dénis Martins, 55), David Sualehe, Phete, Rosier, Al Musrati, Mimito, Aziz e Hélder Ferreira (Bence Biró, 73).

(Suplentes: Tiago Martins, Dénis Martins, Tiago Castro, Elias, Maga, Bence Biró e Gabriel Justino).

Treinador: Alexandre Costa.

Árbitro: Iancu Vasilica (AF Vila Real).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Sorri Mané (57).

Assistência: cerca de 150 espetadores.

O conteúdo Vitória SC B perde com Cova da Piedade em Almada aparece primeiro em Desporto – O MINHO.



Source link

Continuar a ler

Futebol

“Foi um jogo dominado pelo Vitória”

em

Declarações dos treinadores do Vitória SC e do Benfica, após o jogo da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que terminou com um triunfo das ‘águias’, por 1-0:

Luís Castro (treinador do Vitória SC): “Foi um jogo dominado pelo Vitória. Esse equilíbrio existiu no resultado até poucos minutos do fim. Depois, o Benfica desequilibrou-o a seu favor.

Ao longo da primeira parte, dominámos por completo, pressionando alto o Benfica. Não os deixámos sair com a tranquilidade do último jogo [para a Taça de Portugal]. Tivemos, na primeira parte, três oportunidades de golo. A segunda parte pautou-se pelo mesmo, tivemos a lesão do Osorio, e as estatísticas equilibraram-se. O Benfica fez mais remates aí. Foi uma boa exibição da nossa parte, mas ficámos aquém do objetivo, que era ganhar.

Quando dominamos e criamos condições para ganhar, custa sempre [perder]. O nosso modelo de jogo esteve todo lá. Conseguimos uma circulação forte e atacar por todos os corredores. Fizemos remates de fora da área e cruzamentos. Bloqueámos a construção do Benfica. Faltou realmente o golo. É uma fotocópia do resultado do último do jogo. Pensamos que [o resultado] é uma injustiça em função do que produzimos, se bem que, no futebol, a justiça se faça de golos.

(Muitos resultados por 1-0, nos jogos do Vitória) [Prova] a eficácia de quem defende e a ineficácia de quem ataca. Eu estou preocupado com a situação [poucos golos marcados], mas estaria muito mais preocupado se a equipa não produzisse oportunidades.

Hoje, estivemos mais eficazes até ao momento de finalização, mas não na finalização. Talvez seja [uma questão de ansiedade]. No jogo, o Benfica tem a situação de golo e uma outra depois do golo. E tem um lance do João Félix, antes. Englobámos toda a equipa no momento defensivo e no momento ofensivo, mas os resultados estão aquém. Estamos na luta pela Liga Europa, mas preocupa-nos os poucos golos feitos.”

Bruno Lage (treinador do Benfica): “Sabíamos que ia ser um jogo diferente. Esperava um Vitória mais pressionante. A nossa estratégia, independentemente da pressão deles, foi a de sair a jogar por trás e, numa fase mais adiantada, entrar pelos corredores. Em função dos jogadores [do Vitória] que iam jogar, a pressão alta podia ser uma evidência. Optámos por sair em segurança.

A nossa exibição, na primeira parte, foi em crescendo. Na segunda parte, [a partida] foi um pouco mais dividida. Quando pretendemos arriscar e colocar três homens na frente, num período em que sinto que o [Vitória de] Guimarães está por cima no jogo, chegámos à vantagem, com o Rafa e o Seferovic. Pela forma como todos os jogadores se empenharam na terça-feira e hoje, ficámos muito satisfeitos pela exibição e pelos três pontos.

O que nos dá moral é sermos consistentes [e não as quatro vitórias consecutivas]. Não temos muito tempo para treinar. Estamos a competir de três em três dias. Estamos a fazer com que os jogadores interpretem as nossas ideias. O que nos dá moral é ver os jogadores a evoluírem.

O sistema [tático] pode ter ajudado [à sua melhoria], mas o Gabriel entrou na equipa pela resposta que deu no treino. Com a entrada dele, temos a oportunidade de esconder algumas lacunas, e construir com mais qualidade e mais segurança.

(Estabilidade defensiva) A prioridade é evoluir a equipa. Uma das primeiras ideias, sabendo que pretendíamos começar a jogar em 4x4x2, é a que temos de estar presentes em todos os momentos, quer a atacar, quer a defender. Os avançados têm feito um trabalho extraordinário, quer no ataque, quer na defesa, e ainda têm marcado golos.

(Sobre a eventual pressão depois dos adversários diretos terem ganhado) Estamos obrigados a fazer o nosso trabalho, a entrar determinados, consistentes, organizados, como temos feito, e conquistar os três pontos.

Ainda não temos qualquer informação [sobre a disponibilidade de Fejsa para o jogo de terça-feira, com o FC Porto].”

O conteúdo “Foi um jogo dominado pelo Vitória” aparece primeiro em Desporto – O MINHO.



Source link

Continuar a ler

Futebol

Vitória volta a perder contra o Benfica

em

O Vitória SC perdeu hoje na receção ao Benfica, por 1-0, em jogo da 18.ª jornada da I Liga portuguesa.

O golo dos lisboetas foi marcado aos 81 minutos, por Seferovic.

Com este resultado, o Vitória SC mantém a quinta posição no campeonato, mas pode ser ultrapassado pelos vizinhos do Moreirense e pelo Belenenses, ambos com os mesmos 28 pontos dos vitorianos, mas com um jogo a menos. O Benfica segue em segundo, com um ponto de vantagem sobre o SC Braga.

O conteúdo Vitória volta a perder contra o Benfica aparece primeiro em Desporto – O MINHO.



Source link

Continuar a ler

Populares