Seguir o O MINHO

Alto Minho

Vítimas mortais nas estradas de Viana quase que triplica e em Braga desce

em

O distrito de Viana do Castelo viu o número de mortos nas estradas quase triplicar. O danos deste anos, e referentes ao período entre 1 de janeiro a 30 de setembro, apontam para 12 mortos, mais sete (5) do que em igual período de 2016. Em comparação com 2015 o aumento já não tão significativo, mesmo assim mais quatro mortos.

O distrito de Viana do Castelo acompanha a tendência nacional, onde o número de mortos aumentou este ano cerca de 17%, tendo os acidentes rodoviários provocado 378 vítimas mortais, indicou a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, morreram nas estradas portugueses, entre 01 de janeiro e 30 de setembro, mais 56 pessoas em relação a período homólogo de 2016.

Já no distrito de Braga o número de mortos nas estradas confirma a tendência de descida dos últimos três. Este ano o número mortos é 15, em 2016 foram 21 e em 2015 o número fixou-se nos 22.

O número de desastres a nível nacional também aumentou este ano, tendo-se registado 95.549 acidentes nos primeiros nove meses do ano, mais 1.016 do que no mesmo período de 2016, quando ocorreram 94.533, adianta a Segurança Rodoviária.

A ANSR refere também que Porto (55), Setúbal (44) e Lisboa (37) foram os distritos com mais mortos nas estradas entre janeiro e setembro.

Já os distritos com menor número de vítimas mortais este ano foram Portalegre (oito), seguido da Guarda e Viseu, com nove em cada um.

Os dados da ANSR dizem respeito ao número de vítimas mortais cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.

Populares