Seguir o O MINHO

Braga

Visons-americanos filmados no rio Selho em Guimarães

Espécie invasora

em

Foto: Imagens de Paulo Perames

O rio Selho em Guimarães é habitado por visons-americanos. Vídeos do mamífero foram partilhados nas redes sociais, suscintando em muitos utilizadores a curiosidade por esta espécie invasora e a forma como chegou ao noroeste de Portugal.

Paulo Perames, que filmou os mamíferos, contou a O MINHO que, naquela zona, há um casal e pelo menos cinco ou seis crias. Também já avistou visons-americanos noutros locais, como no rio Ave, onde o Selho desagua, e no Este, em Braga, na zona de Gualtar.

O vison-americano é uma espécie invasora e, no vídeo abaixo, é visto precisamente a capturar outra espécie invasora, no caso um lagostim vermelho.

Vídeo: Paulo Perames

O vison-americano, neovison vison, é um mamífero da família mustelidae e está relacionado com doninhas e lontras.

A moda acabou por ser a razão de ter ‘viajado’ do continente norte-americano para o europeu. “Foi introduzida na Europa para criação em quintas para o comércio de peles. No entanto, quer por fugas de animais a partir destas quintas, quer pela sua libertação deliberada e ilegal por parte dos proprietários das quintas, quando a atividade deixa de ser rentável, ou por grupos de defesa dos direitos animais, estabeleceram-se populações ferais em grande parte da Europa”, pode ler-se na tese de mestrado em Biologia da Conservação de Ana Duarte.

Vídeo: Paulo Perames

“Em Portugal, o vison-americano foi introduzido na década de 80, sendo provavelmente proveniente de quintas de criação localizadas na região da Galiza, existindo apenas uma quinta de criação em Portugal, na cidade de Valença do Minho”, refere o mesmo estudo, que alerta que o vison-americano “pode ainda vir a afetar negativamente as populações de rato-de-água (Arvicola sapidus) e as populações de anfíbios já de si debilitadas”.

Vídeo: Paulo Perames

“Atualmente, a introdução de espécies exóticas é considerada uma das principais ameaças à diversidade biológica”, sublinha a tese de Ana Duarte.

Vídeo: Paulo Perames

No rio Este, em Braga, podem ser encontradas lontras, para as quais os visons-americanos também são uma ameaça.

Populares