Seguir o O MINHO

Braga

Vila Verde serve 25 caldos diferentes confecionados em potes de ferro

Em Sabariz

em

Foto: Divulgação

A freguesia de Sabariz, em Vila Verde, vai servir, no sábado, 25 caldos diferentes, confecionados à moda antiga, em potes de ferro sobre fogueiras a lenha, recriando assim uma tradição secular, anunciou esta terça-feira a organização.

No total, deverão ser servidos mais de 1.500 litros de caldo, feitos em potes cuja capacidade varia entre os 20 e os 100 litros.

Couves, repolho, nabos, nabiças e os mais variados feijões, sem esquecer as carnes campestres, fazem parte do leque de ingredientes para a confeção dos diferentes caldos, que incluem ainda a farinha e também a batata esmagada à colher, tal como se fazia no tempo em que não havia varinhas mágicas.

Haverá ainda espaço para os caldos verde, da pedra e de feijão verde, à lavrador, à camponesa e, até, de bacalhau.

Trata-se da Festa do Caldo do Pote, uma iniciativa da Junta de Freguesia e da Associação Popular de Sabariz e integrada na Rota das Colheitas, promovida pelo município de Vila Verde

Cerca de duas dezenas de homens e mulheres vão dedicar-se a confecionar os diversos caldos, junto a diferentes fogueiras espalhadas por um terraço ao ar livre.

À entrada do recinto, os visitantes podem adquirir uma malga alusiva ao evento, pela qual podem aceder livremente a todos os caldos. Recebem ainda a broa de pão.

Além dos caldos, serão ainda confecionadas pataniscas de bacalhau.

A organização espera de duas mil pessoas.

O presidente da Junta de Freguesia de Sabariz , Fernando Simões da Silva, sublinha que o sabor do caldo feito no pote, com o lume a lenha, “é único”.

O autarca garante que é um sabor apreciado por gente dos diferentes estratos sociais, das mais diversas origens e de todas as idades, com especial referência para os jovens.

“Nesta festa, graças aos caldos que aqui comeram e viram a fazer, já registámos muitos casos de crianças e jovens que ficaram a gostar das sopas que tanto teimam em recusar em casa. E, também, casos de adultos que passaram a gostar de determinados legumes e caldos, como os nabos e as nabiças”, revela Fernando Silva.

Populares