Seguir o O MINHO

Vila Verde

Vila Verde quer construir Centro de Alto Rendimento para a canoagem

em

O presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, disse hoje que quer construir em Prado, onde vai decorrer o campeonato do mundo de canoagem de maratona a partir de segunda-feira, um Centro de Alto Rendimento.


O autarca frisou que Prado, vila separada pelo rio Cávado do concelho de Braga, vai receber a segunda maior participação de sempre neste tipo de provas, com cerca de 1.000 atletas de 38 países.

António Vilela disse existir a vontade de o município criar mais infraestruturas para o desenvolvimento da modalidade, nomeadamente “construir um Centro de Alto Rendimento” que possa trazer mais atletas para treinos e provas.

“Estamos atentos aos fundos comunitários e vamos desafiar o Governo para fazer uma parceria connosco”, disse.

O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Victor Félix, frisou que existe um “mercado” nesta área que pode e deve ser explorado por clubes e municípios.

“Há muitas equipas que a partir de janeiro até abril passam temporadas em Portugal, como na região do Douro, Aguieira, Mértola ou Odemira, os clubes e municípios devem estar atentos para criarem fontes de financiamento”, notou.

As provas do campeonato do mundo de maratona começam na segunda-feira e prolongam-se até domingo e o responsável federativo desejou que “José Ramalho consiga juntar um título inédito” na categoria K1.

Victor Félix disse que, em 2018, Portugal é a “capital mundial da canoagem”, lembrando os mundiais de canoagem em Montemor-o-Velho da última semana em que Fernando Pimenta se sagrou campeão do mundo em K1 1.000 e 5.000 metros.

“Aliou-se uma boa organização desportiva a dois títulos mundiais e isso é impar no desporto português e na canoagem portuguesa”, disse.

Ruud Heijsellar, do comité internacional de maratonas e da Federação Internacional de Canoagem, destacou que Prado “é o único local do mundo que recebeu os três maiores eventos do mundo da canoagem: o campeonato da Europa de maratona, a Taça do Mundo de maratona e agora o campeonato do mundo de maratona, isto no espaço de cinco anos”.

Anúncio

Braga

Grupo armado sequestra menor em assalto a mansão em Vila Verde

Polícia Judiciária investiga

em

Foto: O MINHO

Um grupo de cinco indivíduos sequestrou um jovem de 16 anos no assalto a uma mansão na freguesia de Lage, em Vila Verde, na tarde de quinta-feira.

A vítima, residente no solar, situado face à Estrada Nacional 201, foi ameaçada com arma de fogo para revelar o código de um cofre.

O jovem não sofreu ferimentos, mas ficou em estado de choque.

Os assaltantes colocaram-se em fuga.

A GNR de Prado acorreu de imediato ao local, mas a investigação foi entregue à Polícia Judiciária por envolver arma de fogo.

Não foi possível apurar o que terá sido roubado.

Continuar a ler

Braga

Vila Verde mantém preços dos serviços de água, saneamento e resíduos em 2021

Devido ao “agravamento do desemprego e das dificuldades sociais”

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Vila Verde vai manter em 2021 os preços dos Serviços de Água, Saneamento e Resíduos, justificando a decisão com o “agravamento do desemprego e das dificuldades sociais” provocados pela “atual conjuntura de pandemia”.

Em comunicado, aquela autarquia explica que a decisão de não realizar “o ciclo anual de atualização tarifária” naqueles serviços “é fundamental para proteger as famílias, as instituições e as empresas, principalmente aquelas que se encontram numa situação de maior vulnerabilidade”.

Com a decisão, aprovada em reunião de câmara, “o executivo municipal está também a absorver o aumento das Taxas de Gestão de Resíduos (TGR) e de Recursos Hídricos (TRH) que constituem uma receita que reverte para o governo central, à custa do orçamento municipal”.

A autarquia aponta ainda como “firme propósito” manter em 2021 a isenção do pagamento das tarifas de ligação e de execução para os ramais de água e saneamento, em todos os novos ramais, bem como a todas as famílias cujo rendimento mensal ‘per capita’ seja igual ou inferior a metade do salário mínimo nacional.

“O município de Vila Verde não pode, em circunstância alguma, deixar de se mostrar sensível aos sérios problemas sociais e económicos que a pandemia está a provocar e que, infelizmente, tenderão a acentuar-se nos próprios tempos e a afetar sobretudo as famílias mais carenciadas”, afirma no texto o vereador da Câmara Municipal de Vila Verde do Ambiente, e Atividades Económicas, Patrício Araújo.

O responsável deixa ainda um apelo ao Governo: “Bom seria que acompanhasse as intenções do município e demonstrasse também a mesma sensibilidade social não procedendo à atualização das Taxas de Gestão de Resíduos e de Recursos Hídricos e ajudando assim os municípios na implementação de medidas amigas das famílias, das empresas e das instituições concelhias”.

Continuar a ler

Braga

Caso de covid-19 fecha restaurante em Vila Verde

Funcionário testou positivo

em

Foto: Churrascaria Central / Facebook

A Churrasqueira Central em Vila Verde está encerrada após um funcionário ter testado positivo para a covid-19.

É o próprio restaurante, situado na Avenida dos Combatentes da Guerra Colonial, a dar conta da situação, esta sexta-feira, na sua página de Facebook.

“Um dos nossos funcionários infelizmente testou positivo à covid-19. Para segurança de todos somos obrigados a encerrar. Agradeço a vossa compreensão”, lê-se na publicação.

Aviso partilhado na página de Facebook do restaurante.

Recorde-se que em Vila Verde regista-se um surto de covid-19 que teve origem, precisamente, num restaurante.

Surto de covid em Vila Verde está estagnado e descem os casos ativos

De acordo com as últimas informações apuradas por O MINHO junto de fonte local da saúde, na quarta-feira, o surto estava estagnado e contava com uma redução do número de casos ativos (84).

O MINHO tentou contactar a gerência, mas sem sucesso.

Continuar a ler

Populares