Seguir o O MINHO

Braga

Vila Verde avança com candidatura para criação de Estação Náutica

Turismo

em

Foto: Divulgação / CM Vila Verde

A Câmara de Vila Verde vai avançar com uma candidatura para a criança de Estação Náutica, anunciou hoje a Câmara, acrescentando que “este selo de qualidade representará uma mais-valia para o território na medida em que irá permitir valorizar os seus recursos como os rios Homem, Neiva e Cávado, assim como estruturar uma nova oferta turística distintiva e diferenciadora para o concelho”.

Em comunicado, a autarquia explica que, reconhecendo a valia dos recursos e o potencial que Portugal apresenta na área do turismo náutico e tendo como exemplo as experiências existentes em outros países, a Fórum Oceano – Associação de Economia do Mar lançou o desafio aos territórios e entidades e organizações nacionais que detêm competências na área da náutica, para a certificação dos mesmos enquanto Estações Náuticas (EN).

Assim, entende-se por Estação Náutica uma rede de oferta turística náutica de qualidade, organizada a partir da valorização integrada dos recursos náuticos presentes num território, que inclui a oferta de alojamento, restauração, atividades náuticas e outras atividades e serviços relevantes para a atração de turistas e outros utilizadores, acrescentando valor e criando experiências diversificadas e integradas. Desta forma, explica o Município, apresenta-se como uma plataforma de cooperação entre atores identificados com um território e que asseguram a oferta de um produto turístico.

Foto: Divulgação / CM Vila Verde

“A certificação de Vila Verde como Estação Náutica permitirá dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no território na área do turismo náutico e reforçar uma rede de atuação conjunta de âmbito local e regional que agregue, fomente e consolide todos os recursos e serviços relacionados com o sector, garantindo uma oferta integrada, competitiva e de qualidade, que promova o concelho como um destino de náutica desportiva e de lazer”, defende o município.

Nesta fase de candidatura, a Câmara conta já com 27 parceiros ligados ao setor do turismo, desporto, lazer, ensino, comércio e serviços, desenvolvimento local e proteção civil. O Município, na qualidade de entidade coordenadora, entende que este projeto se insere na estratégia de valorização do setor do turismo e de promoção de Vila Verde enquanto território com forte ligação aos rios e com tradição ao nível das atividades náuticas, com destaque para a prática de canoagem promovida pelo Clube Náutico de Prado.

“A criação desta nova oferta alicerçada na água e associada a práticas desportivas e de lazer contribuirá fortemente para acrescentar valor à atividade da fileira turística do concelho, fomentar a estada e gasto dos visitantes, promover a repetição e recomendação do destino e adicionar valor à marca Vila Verde”, conclui a Câmara.

Populares