Seguir o O MINHO

Barcelos

Vidente de Barcelos prometeu a idoso trazer-lhe filho de volta a casa a troco de 50 mil euros

em

Foto: DR/Arquivo

A “vidente” de Barcelos que a Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, deteve por suspeitas de burla qualificada, é uma mulher de 40 anos conhecida como “Irmã Beatriz” e, conforme avançado ontem por O MINHO, foi denunciada por um cliente “ofendido”.

O cliente em causa, segundo avançam “Jornal de Notícias” (JN) e “Correio da Manhã” (CM) nas suas edições desta quinta-feira, é um idoso de Santo Tirso, que, triste por estar afastado do filho, a viver no Algarve, terá acreditado que a “vidente” o iria ajudar a resolver o problema, trazendo-o de volta a casa. No entanto, tal não se verificou, apesar dos 50 mil euros que terá gasto, através de vários pagamentos feitos à mulher, que, supostamente, teria poderes sobrenaturais.

Pelos “serviços”, iniciados em abril do ano passado, “Irmã Beatriz” “começou por solicitar quantias relativamente pequenas: entre 200 e 400 euros. A seguir, os montantes aumentaram, passando para mil euros, em várias ocasiões. O preço dos serviços passou para três mil e depois atingiu ainda o montante de 10 mil euros”.

O cliente ter-se-á mesmo endividado junto de familiares e amigos para conseguir proceder aos pagamentos, mantendo atualmente uma dívida junto destes, na ordem dos 40 mil euros.

Após a denúncia, a PJ veio a apurar que já existiam mais seis processos de burla contra a suspeita, por queixas apresentadas junto da GNR e PSP.

“Irmã Beatriz”, que está fortemente indiciada destes crimes, será presente a um juiz para conhecer as respectivas medidas de coação.

Populares