Seguir o O MINHO

Alto Minho

Viana ganha prémio “Melhor Município para Viver” com projeto do Geoparque Litoral Norte

em

O júri dos “Melhores Municípios para Viver 2017”, iniciativa promovida pelo Instituto de Tecnologia Comportamental (INTEC), atribuiu à Câmara Municipal de Viana do Castelo o Prémio no domínio ambiental pelo projeto “Geoparque do Litoral de Viana do Castelo”, informou a autarquia.

Em nota enviada às redações, a Câmara refere que a entidade classifica o geoparque como “uma extensa área territorial com um sensível interesse geológico aliando tal interesse à conservação ambiental e promoção de desenvolvimento, baseado na geoconservação socioeconómica sustentável, educação e turismo”.

Ricardo Carvalhido é o responsável pelo projeto. DR

A entrega do Prémio Ambiente decorreu esta semana numa cerimónia na faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, na Cidade Universitária e o prémio foi entregue ao responsável pelo projeto, o investigador Ricardo Carvalhido.

O projeto, que se centra em toda a área do concelho e descreve em pormenor os interesses geológicos, turísticos e ambientes, tem por missão contribuir para a proteção, valorização e dinamização do património natural e cultural, com especial ênfase no património geológico, numa perspetiva de aprofundamento e divulgação do conhecimento científico, promovendo o turismo e o desenvolvimento sustentável.

DR

E, pelo trabalho desenvolvido, a Câmara Municipal já tinha recebido o Prémio Geoconservação 2016 atribuído pelo grupo português da ProGEO, a Associação Europeia para a Conservação do Património Geológico.

O Prémio Geoconservação é, desde 2004, uma iniciativa da ProGEO-Portugal que pretende destacar os trabalhos desenvolvidos pelas autarquias na conservação e promoção do património geológico dos respetivos concelhos. O júri foi constituído por representantes da ProGEO-Portugal, da Associação Portuguesa de Geólogos, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e da National Geographic-Portugal.

Em 2013, o INTEC – Instituto de Tecnologia Comportamental, atribuiu também o prémio “Melhor Município para Viver” em 2013 na categoria de Economia, pelo trabalho desenvolvido no âmbito do projeto Centro de Mar e da economia do mar.

Populares