Seguir o O MINHO

Alto Minho

Viana do Castelo apela à compra no comércio local

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A Câmara e a Associação Empresarial de Viana lançaram uma campanha com o “Compre em Viana, apoie o Comércio Local”.


“Em contexto de pandemia, a campanha visa transmitir e demonstrar a confiança e segurança na utilização dos equipamentos vianenses, no acesso aos alojamentos hoteleiros, restaurantes, cafés, pastelarias e estabelecimentos comerciais da cidade e do concelho”, refere a Câmara em comunicado.

A campanha tem por base, como esclarece o município, “as vantagens competitivas e diferenciadoras de Viana do Castelo, como as caraterísticas do território, a qualidade ambiental e do edificado, a extensão das praias, a segurança e os serviços de saúde, os desportos náuticos, os produtos endógenos, os espaços museológicos, a diversidade da oferta cultural, os amplos espaços de fruição e de lazer, a oferta hoteleira de elevada qualidade, a excelência da restauração e do comércio”.

A campanha de apoio ao comércio local está integrada na iniciativa “Havemos de ir a Viana”, de promoção da cidade e do concelho no pós-Estado de Emergência, lançada pelas duas entidades com o objetivo de promover a reativação do comércio, restauração e hotelaria vianenses.

A campanha junta-se ao selo “Comércio Seguro”, lançado no início deste mês e que já conta com a adesão de 1.200 estabelecimentos.

A iniciativa “Comércio Seguro” pretende reativar o comércio tradicional local através de um selo que garante que o negócio está a cumprir todas recomendações de prevenção da covid-19, emanadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os kits, que incluem o selo, são atribuídos mediante a assinatura de uma declaração de compromisso e incluem um guia com as recomendações da DGS. O objetivo, explica o município, é ajudar a restabelecer o ambiente de confiança que deve existir entre consumidores e comércio tradicional e vice-versa.

Anúncio

Viana do Castelo

Seis feridos após colisão entre três viaturas em Viana do Castelo

Acidente

em

Foto: O MINHO / Arquivo

Um aparatoso acidente em Viana do Castelo provocou seis vítimas, ao início da manhã deste domingo, disse a O MINHO fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro.

A colisão, a envolver três viaturas, ocorreu em caminho municipal na freguesia de Santa Marta de Portuzelo, na Rua de Santa Martinha, com alerta a ser dado às 09:08 horas, disse fonte da Proteção Civil.

Uma das vítimas, que teve de ser desencarcerada, inspirava maiores cuidados.

Todos os feridos foram transportados para o Hospital de Viana do Castelo.

No local estiveram 25 elementos e dez viaturas, por entre as duas corporações de bombeiros de Viana do Castelo (Sapadores e Voluntários) com ambulâncias e viaturas de desencarceramento, a Ambulância de Emergência Médica do INEM, e a VMER do Alto Minho.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Presidente da Câmara de Viana condecorado pelas Forças Armadas

José Maria Costa

em

Foto: DR

José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana do Castelo, foi condecorado pelas Forças Armadas com a Medalha da Cruz de São Jorge, pela política adotada em relação ao mar.

A condecoração foi efetuada pelo almirante António Silva Ribeiro, atual Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, sob a égide do desenvolvimento económico do concelho associado ao mar, assim como pelas atividades marítimas e pela política de preservação e divulgação da memória marítima.

Criada no ano de 2000, esta medalha pretende galardoar militares e civis, nacionais ou estrangeiros, que revelem “elevada competência, extraordinário desempenho e relevantes qualidades pessoais” para prestigiar o cumprimento da missão do Estado Maior General das Forças Armadas.

Continuar a ler

Alto Minho

Monção: Junta prometeu e cumpriu. Caminho arranjado para homem com mobilidade reduzida

Promessa eleitoral

em

Foto: JF Pias

Um habitante da freguesia de Pias, em Monção, conta agora com maior facilidade para se deslocar ao pé de sua casa, depois da requalificação de um caminho que tinha sido uma promessa eleitoral da atual presidente da junta.

O caminho do lugar de Vila Nova deixou de ser composto por terra batida e pedras, passando agora a uma via alcatroada com todas as condições para os moradores caminharem pelo local, num investimento de cerca de 2.500 euros.

Em declarações à Rádio Vale do Minho, o secretário da Junta explica que estes “pequenos gestos fazem a diferença”.

“O objetivo foi melhorar as condições de acessibilidade, até porque neste troço há vários moradores seniores, sendo um deles portador de mobilidade reduzida”, disse Agostinho Correia àquela rádio.

“O bem estar da nossa população será sempre o nosso foco. É pelas pessoas e pelas suas reais necessidades que existimos”, acrescentou o responsável político.

Continuar a ler

Populares