Seguir o O MINHO

País

Viagens de residentes atingem no 3.º trimestre valor mais alto desde início da pandemia

Economia

em

Foto: O MINHO / Arquivo

As viagens turísticas de residentes em Portugal e ao estrangeiro aumentaram 21,3% no terceiro trimestre de 2021, em termos homólogos, para o valor mais elevado desde o início da pandemia, mas continuam 11,1% abaixo de 2019, segundo o INE.

“No terceiro trimestre de 2021, os residentes em Portugal realizaram 7,7 milhões de viagens, o que correspondeu a um acréscimo de 21,3% face ao período homólogo (+83,9% no segundo trimestre de 2021), no entanto, ainda abaixo dos valores registados no mesmo trimestre de 2019 (-11,1%, período onde se realizaram 8,7 milhões de viagens)”, avança hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Naquele período, foram realizadas 454,8 mil viagens com destino ao estrangeiro (+180,9% face ao terceiro trimestre de 2020; -57,2% quando comparado com o terceiro trimestre de 2019), correspondendo a 5,9% do total (12,3% no terceiro trimestre de 2019).

Já as viagens em território nacional cresceram 17,1% (-4,6% face ao terceiro trimestre de 2019) totalizando 7,3 milhões, o que correspondeu a 94,1% do total (-3,4 pontos percentuais face a 2020, mas +6,4 pontos percentuais face a igual período de 2019).

“Em ambos os casos os valores registados no terceiro trimestre de 2021 corresponderam aos mais elevados desde o início da pandemia”, destaca o INE.

Populares