Seguir o O MINHO

Póvoa de Lanhoso

Vento forte dificulta combate às chamas na Póvoa de Lanhoso

Na freguesia de Travassos.

em

Foto: DR / Arquivo

O “vento forte” é a principal dificuldade no combate ao incêndio florestal que deflagrou pelas 06:17 em Leiradela, freguesia de Travassos, Póvoa de Lanhoso, mas a situação “está a evoluir favoravelmente”, disse fonte do CDOS de Braga.

Em declarações à Lusa, Hermenegildo Abreu, comandante distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga, adiantou que o combate deverá ser “facilitado” a partir da tarde, com a previsível diminuição da força do vento.

Outra dificuldade encontrada pelos operacionais é o “declive” do terreno.

O incêndio tinha, pelas 12:00, duas frentes ativas, estando a ser combatido por 133 operacionais, apoiados por 45 meios terrestres e quatro aéreos.

Segundo Hermenegildo Abreu, não há qualquer habitação em perigo nem se registaram quaisquer feridos.

Populares