Seguir o O MINHO

Região

Vem aí uma semana de noites tropicais no Minho (com mínimas de 20 graus)

Calor

em

Foto: Ilustrativa / DR

O calor já se faz sentir na região do Minho durante o dia mas as temperaturas mínimas vão subir durante a próxima semana proporcionando o fenómeno meteorológico das noites tropicais.

De acordo com previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), entre terça e sexta-feira, as temperaturas mínimas vão subir até aos 19 graus no concelho de Braga e 20 no concelho de Viana do Castelo, um pouco à semelhança dos restantes 22 concelhos minhotos.

Já as temperaturas máximas vão subir até aos 34 graus em Braga e aos 31 em Viana do Castelo, com o pico de calor a registar-se na quarta-feira.

Nas previsões do IPMA, é ainda esperado vento fraco de Norte e Noroeste até à próxima segunda-feira. Prevê-se ausência de vento no resto da semana.

Anúncio

Aqui Perto

Comboio Madrid-Corunha descarrilou. Há pelo menos um morto

Acidente

em

Foto: La Opinion A Coruña

Um comboio que viajava de Madrid para a Corunha, na Galiza, descarrilou, na região de Zamora, esta tarde.

Segundo a imprensa espanhola, há pelo menos um morto e quarenta pessoas presas em dois vagões.

(em atualização)

Continuar a ler

Braga

Grupo acusado de roubar carros para vender peças nas zonas de Braga e Porto

13 arguidos

em

Foto: Ilustrativa / DR

O Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Penafiel deduziu acusação contra 13 pessoas por furto e desmantelamento de automóveis para venda das peças e para reconstrução de veículos acidentados, anunciou hoje a Procuradoria Regional do Porto.

Os crimes foram consumados pelo menos entre março e setembro de 2019, e, segundo o DIAP, os arguidos operavam a partir de seis locais distintos: dois armazéns e um stand de automóveis em Paços de Ferreira (distrito do Porto), um negócios de peças auto em Esposende (Braga), uma oficina de reparação automóvel em Vila do Conde e outra na Póvoa de Varzim (Porto).

Tinham uma liderança perfeitamente definida e “formaram um grupo coeso”, pelo que estão todos acusados pela prática do crime de associação criminosa.

Doze deles respondem ainda por crimes de recetação, 10 por falsificação, um por burla qualificada tentada e simulação de crime, dois por tráfico de menor gravidade, um por condução sem carta e outro por detenção de arma proibida.

A acusação, sintetizada na página eletrónica da Procuradoria do Porto, sustenta que sete dos 13 arguidos “transportaram, ocultaram, transformaram e viciaram” 13 veículos, todos subtraídos aos seus proprietários em diversos locais dos distritos do Porto e de Braga, com o valor global de 353.200 euros.

Ainda segundo o DIAP, cinco outros arguidos receberam componentes e peças provenientes do desmantelamento destes veículos, para posterior revenda a terceiros.

Um dos arguidos, assinala a acusação, entregou para desmantelamento o seu próprio veículo, após o que denunciou falsamente às entidades policiais que esse veículo automóvel lhe fora furtado.

Munido desta denúncia, avançou com uma participação à companhia de seguros, tentando com isso o ressarcimento do prejuízo invocado (21.149 euros), no âmbito de contrato de seguro que cobria o risco de furto.

Continuar a ler

Braga

Vieira do Minho isenta restaurantes das taxas de água, resíduos e saneamento

Coivd-19

em

Foto: Divulgação / CM Vieira do Minho

VIEIRA DO MINHO: Proposta de isenção de taxas de água, resíduos e saneamento da restauração

A Câmara Municipal de Vieira anunciou hoje que vai propor na reunião do executivo de quarta-feira a isenção aos empresários da restauração do pagamento da taxa de água, saneamento e resíduos até ao final do ano de 2020, a pedido dos interessados.

Na proposta, assinada pelo presidente da autarquia, António Cardoso, é esclarecido que o mesmo apoio já tinha sido concedido à atividade económica empresarial e comercial, durante o período de emergência nacional provocada pela pandemia de covid-19.

Embora a aprovação desta isenção resulte “em perda de receita municipal”, no entender da autarquia, este é “um dos setores do tecido económico local que mais está a ser afetado pela atual conjuntura, daí a aplicação desta medida excecional de apoio”

Continuar a ler

Populares