Seguir o O MINHO

Região

Frio é para continuar. Temperaturas mínimas vão chegar aos zero graus no Minho

Previsão do tempo

em

Foto: DR / Arquivo

O distrito de Braga está desde esta sexta-feira sob aviso amarelo, que a partir de sábado se estende ao Alto Minho, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Além de Braga e Viana do Castelo, outros 13 distritos do continente estarão, a partir de amanhã e pelo menos até às 11:00 de domingo, sob aviso amarelo devido “à persistência de valores baixos da temperatura mínima”.

Segundo as previsões do IPMA, as temperaturas mínimas oscilarão, na maioria dos concelhos do Minho, entre os 0ºC e os 2ºC, no sábado e domingo. A previsão de maior frio é para Cabeceiras de Basto, onde no domingo está previsto -1ºC.

No distrito de Braga, segundo as previsões, as temperaturas mínimas chegarão aos 0ºC em concelhos como Braga, Cabeceiras de Basto ou Terras de Bouro, e chegarão a 1ºC em quase todos.

No distrito de Viana do Castelo, entre sábado e domingo, as temperaturas chegarão 0ºC em Arcos de Valdevez, Paredes de Coura, Ponte de Lima e Cerveira.

As máximas, no Minho, rondarão os 14ºC e os 15ºC.

Massa de ar frio

Segundo o IPMA, o “tempo seco e relativamente frio” vai continuar “devido ao transporte de uma massa de ar frio continental proveniente do interior do continente europeu, associada a um anticiclone localizado sobre as ilhas Britânicas”.

“Em especial nas regiões Norte e Centro, prevê-se uma descida dos valores da temperatura máxima no dia 21 e uma descida da temperatura mínima no dia 22. Assim, a temperatura mínima deverá variar aproximadamente entre 1 e 5°C, sendo ligeiramente superior na faixa costeira, e inferior no interior Norte e Centro, onde irá baixar até valores da ordem de -2 a -5°C”, pode ler-se no comunicado enviado a O MINHO.

“Adicionalmente, prevê-se uma intensificação do vento nos dias 21 e 22, que soprará do quadrante leste, moderado a forte nas terras altas e temporariamente na faixa costeira, o que fará aumentar o desconforto térmico.Haverá formação de geada, em especial no interior e nos vales abrigados do litoral”, conclui o IPMA.

Populares