Seguir o O MINHO

Região

Vários concelhos do Minho entre as zonas de intervenção prioritárias para controlo de doença na vinha

em

Foto: DR

O Governo atualizou a lista de freguesias que fazem parte das zonas de intervenção prioritárias (ZIP) para a proteção e erradicação da doença flavescência dourada, que afeta a vinha, segundo um despacho publicado hoje em Diário da República.

“Em resultado dos trabalhos de prospeção entretanto desenvolvidos em 2017, de acordo com o plano nacional para o controlo da doença, verificou-se a necessidade de atualização das listas, pelo que se impõe proceder à publicação de novo despacho com a listagem das freguesias que constituem as zonas de intervenção prioritária”, lê-se no diploma.

Desta forma, as ZIP da Região Norte abrangem freguesias que fazem parte dos municípios de Melgaço, Monção, Valença, Amarante, Amares, Arcos de Valdevez, Barcelos, Braga, Cabeceiras de Baixo, Celorico de Baixo, Esposende, Fafe, Felgueiras, Guimarães, Lousada, Maia, Mondim de Baixo, Paços de Ferreira, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Póvoa de Lanhoso, Ribeira da Pena e Santo Tirso.

Fazem ainda parte das ZIP da Região Norte freguesias dos municípios de Terras de Bouro, Valongo, Viana do Castelo, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão, Vila Verde, Vizela, Castelo de Paiva, Cinfães, Marco de Canaveses, Paredes, Penafiel, Vila Real, Santa Marta de Penaguião e São João da Pesqueira.

Por sua vez, fazem parte das ZIP da Região Centro freguesias dos municípios de Mealhada, Anadia e Cantanhede.

Da mesma forma, o Governo atualizou a listagem das freguesias onde foi detetada a presença do inseto ‘Scaphoideus Titanus Ball’, responsável pela flavescência dourada.

Na Região Norte, encontram-se freguesias dos concelhos de Alijó, Amarante, Amares, Armamar, Arcos de Valdevez, Arouca, Baião, Barcelos, Braga, Cabeceiras de Baixo, Caminha, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Chaves, Cinfães, Esposende, Fafe, Felgueiras, Gondomar, Guimarães, Lamego, Lousada, Maia, Marco de Canavezes, Matosinhos, Melgaço, Mesão Frio, Monção, Mondim de Bastos, Murça, Oliveira de Azeméis, Paços de Ferreira, Paredes, Paredes de Coura, Penafiel, Peso da Régua, Ponte da Barca e Ponte de Lima.

Fazem igualmente parte da listagem, na Região Norte, freguesias dos concelhos de Póvoa de Lanhoso, Póvoa de Varzim, Resende, Ribeira de Pena, Sabrosa, Santo Tirso, Santa Maria de Penaguião, Terras de Bouro, Trofa, Valença, Vale de Cambra, Valongo, Viana do Castelo, Vieira do Minho, Vila do Conde, Vila Nova de Cerveira, Vila Nova de Famalicão, Vila Real, Vila Verde e Vizela.

Na Região Centro, verificou-se a presença do inseto em causa em freguesias dos concelhos de Anadia, Cantanhede, Coimbra, Mangualde, Mealhada, Nelas, Pinhel, São Pedro do Sul, Tondela, Viseu e Vizela.

Já na Região Autónoma da Madeira, encontram-se freguesias dos concelhos de Machico, Porto Moniz, Santana e São Vicente.

De acordo com o despacho, as zonas definidas correspondem a “áreas do território nacional constituídas pelas freguesias onde são detetas cepas contaminadas com o fitoplasma de quarentena ‘Flavescence dorée phytoplasma’ e pelas respetivas freguesias limítrofes e não limítrofes que foram abrangidas pelo perímetro definido em informação obtida através do sistema de informação da Vinha e do Vinho”.

A listagem completa das freguesias afetadas pela doença ou onde foi detetada a presença do inseto está disponível na página do Diário da República Eletrónico (DRE).

Anúncio

Ave

Detido por caça ilegal em Fafe

Caçava em dia da semana em que não lhe era permitido

em

Foto: Divulgação / GNR (Arquivo)

Um homem, de 42 anos, foi detido na quinta-feira, por elementos do Núcleo de Proteção Ambiental do comando da GNR de Braga, por caça ilegal, em Fafe, anunciou, esta sexta-feira, aquela polícia.

Durante uma ação de patrulhamento no âmbito da proteção da natureza durante o período de caça (ato venatório), refere a GNR em comunicado, foi detetado um “suspeito a caçar sem estar autorizado para essa atividade”.

A mesma nota explica que o homem estava a caçar num dia da semana em que “não tinha licença para o fazer”. Foi detido e a caçadeira que detinha foi apreendida, assim como 16 cartuchos que estavam, igualmente, em sua posse.

O detido foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Fafe.

A GNR relembra que durante o exercício do ato venatório, o caçador tem que se fazer acompanhar de Carta de caçador, Licença de caça, Licença dos cães que acompanham o caçador;

Desde que seja portador de arma de fogo, tem que ser portador da licença de uso e porte de arma e, respetivo livrete de manifesto, Declaração de empréstimo da arma, sempre que a arma não seja do próprio caçador, Recibo comprovativo do pagamento do prémio do seguro de caça válido, Cartão do Cidadão ou Bilhete de Identidade ou passaporte;

Quando menor, terá de ter autorização escrita da pessoa que legalmente o represente.

Continuar a ler

Braga

Eleições PSD: Há 12 mil militantes ativos em Braga, mas só 9% pagaram as quotas

Apenas 1.776 militantes poderiam votar no distrito, se as eleições fossem hoje

em

Foto: Divulgação / PSD (2017)

A um mês do fecho dos cadernos eleitorais no PSD, há hoje perto de 20.000 militantes com as quotas em dia, cerca de 18,7% do total de militantes ativos, de acordo com informação disponibilizado no site do partido. No distrito de Braga, são já perto de 12 mil militantes ativos (que pagaram quotas desde 2017) mas apenas 1.776 têm as quotas em dia.

No separador “PSD ao segundo”, dentro do microsite dedicado às diretas e ao Congresso em www.psd.pt, pelas 16:00 eram 19.843 os militantes com quota válida no mês das eleições, janeiro de 2020, de um total de 105.921 militantes ativos (que tenham pago pelo menos uma quota nos últimos dois anos).

Desde que a informação foi colocada online, em 12 de novembro, há mais quase 2.000 militantes em condições de escolher em 11 de janeiro o próximo presidente do PSD e, em relação ao total de militantes ativos, a percentagem subiu de 15,8 para 18,7%.

Hoje, em entrevista ao programa Vichyssoise, da Rádio Observador, o secretário-geral do PSD, José Silvano, mostrou-se confiante de que, mesmo com o novo sistema de atualização do pagamento de quotas, o número de militantes com quotas pagas possa chegar “perto dos 40 mil”.

Há mais militantes do PSD em Barcelos do que em todo o distrito de Viana – ranking

Por distrital, o maior número de quotas já pagas continua a registar-se na de Lisboa Área Metropolitana, com 3.859 militantes em condições de votar (19,45% do total dos que têm quotas em dia), seguida de perto pelo Porto, com 3.488 (17,58%), Braga, com 1.776 (8,95%), Aveiro 1.735 (8,74%), Leiria, 1.276 (6,43%), e Coimbra, com 1.040 (5,24%).

Todas as restantes estruturas têm menos de mil militantes com quotas válidas para a eleição, sendo as estruturas de Fora da Europa, Madeira, Europa e Açores as que tinham menos pessoas nessas condições – 1, 18, 22 e 31, respetivamente.

É nas Regiões Autónomas que se regista a maior diferença entre número de militantes ativos e militantes com quotas válidas: nos Açores são apenas 0,28% do universo total aqueles que têm quotas em dia e na Madeira apenas 0,17% dos ativos já pagou as quotas.

No ‘site’, é também disponibilizado o número de pedidos de referência (que permite a cada militante pagar a sua quota) por mensagem escrita de telemóvel, quase 15 mil, bem como o número de processos aprovados pela aplicação móvel do partido, 1.766.

As novas regras de pagamento de quotas no PSD – aprovadas em julho – determinam que os militantes recebem, por via postal ou eletrónica, uma referência de multibanco aleatória e apenas com validade de 90 dias – para novo pedido é preciso enviar um comprovativo de residência -, enquanto antes a referência para pagamento de quotas correspondia ao número de militante, antecedido de zeros.

De acordo com o regulamento aprovado no Conselho Nacional de Bragança, 16 de dezembro será a data limite para pagamentos de quotas por vale postal (só permitido a militantes com mais de 60 anos) e 22 de dezembro o prazo final para os restantes meios de pagamento.

Nas últimas diretas do PSD, em 13 de janeiro de 2018, votaram 44.254 militantes, de um universo de 70.835 com as quotas em dia no fecho dos cadernos eleitorais.

As eleições diretas no PSD realizam-se em 11 de janeiro, com uma eventual segunda volta uma semana depois, e o Congresso entre 07 e 09 de fevereiro, em Viana do Castelo.

Até agora, são candidatos à liderança do PSD o presidente Rui Rio, o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais (distrito de Lisboa), Miguel Pinto Luz.

Continuar a ler

Ave

Prisão preventiva para quatro suspeitos de tráfico de droga em Vizela

Tráfico de estupefacientes

em

Foto: DR / Arquivo

Quatro dos sete detidos numa operação da GNR por tráfico de droga em Amarante, Felgueiras, Santo Tirso e Vizela vão aguardar julgamento em prisão preventiva, segundo um comunicado da autoridade.

A GNR assinala hoje, em comunicado, que a operação policial, realizada há alguns dias, permitiu deter quatro homens e três mulheres, com idades compreendidas entre os 19 e os 42 anos.

“No âmbito de uma investigação criminal, que teve a duração de cerca de um ano, os militares desencadearam uma operação, em duas fases, na qual foram detidos os suspeitos que se dedicavam ao tráfico de droga, tendo, na sequência das diligências de investigação, dado cumprimento a seis mandados de detenção, nove mandados de busca domiciliária e sete mandados de busca em viaturas”, lê-se do documento da GNR.

Os militares apreenderam 270 doses de heroína, 120 doses de cocaína, 290 pastilhas de metadona, 5.000 euros em numerário, 11 telemóveis, quatro viaturas, um computador, duas máquinas de jogo ilegal e diverso material de corte e acondicionamento do estupefaciente.

Na operação foram empenhados militares do Comando Territorial do Porto, com o reforço de binómios de deteção de droga dos comandos territoriais de Vila Real e Bragança.

Continuar a ler

Populares