Seguir o O MINHO

Alto Minho

Valença investe mais de 600 mil euros em ciclovia urbana com quase 3 quilómetros

Tem como “grande objetivo oferecer uma rede atrativa e segura de mobilidade urbana que incentive o uso de meios de transporte mais saudáveis e amigos do ambiente”

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Valença vai investir 636 mil euros na criação de uma ciclovia urbana, com quase três quilómetros de extensão, cuja construção avançará em 2019 e tem um prazo de execução de um ano.

A autarquia adiantou, em comunicado, que o novo percurso (2.800 metros) ligará as Portas do Sol, na Fortaleza de Valença, ao centro coordenador de transportes, à estação dos caminhos de ferro, ao Centro de Interpretação da Ecopista do Rio Minho e à Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE).

A obra, financiada pelo programa Norte 2020, integra o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Valença e “pretende criar um corredor ciclável ligando o centro histórico, com a área central da cidade e os principais pontos de fluxo de mobilidade da cidade”.

A criação da ciclovia incluirá a “requalificação completa” da avenida dos Combatentes da Grande Guerra e prevê a instalação de iluminação, de um piso mais confortável, um melhor enquadramento urbanístico e nova arborização.

O projeto prevê ainda, na Ponte Seca, “a construção de uma nova ponte pedonal e ciclável, com estrutura metálica, junto à ponte atual”, intervenção que “resolverá um problema antigo da ligação da cidade à parte norte da ecopista do rio Minho”.

Segundo a Câmara de Valença, a criação daquela ciclovia urbana “tem como grande objetivo oferecer uma rede atrativa e segura de mobilidade urbana que incentive o uso de meios de transporte mais saudáveis e amigos do ambiente”.

O primeiro troço da ecopista do rio Minho entre Valença e Monção foi inaugurado em 2004 e tem, atualmente, uma extensão superior a 20 quilómetros entre os centros históricos dos dois municípios vizinhos.

Em 2009, aquele troço da ecopista do rio Minho foi classificado como o quarto melhor da Europa.

Em 2017, o percurso total, de cerca de 46 quilómetros, entre Seixas, no concelho de Caminha, e Monção, recebeu o título de terceira melhor Via Verde da Europa.

Populares