Seguir o O MINHO

Valença

Valença ganha novo cais no Rio Minho

Recuperação da antiga pesqueira de Frades

em

Foto: CM Valença

Um novo ancoradouro foi construido em Ganfei, na Pesqueira dos Frades. A obra abrangeu, também, a recuperação da antiga Pesqueira dos Frades e a beneficiação da rampa de acesso para embarcações. Um investimento de 89 mil euros na dinamização deste espaço, em Ganfei.


A obra foi desenvolvida pela Câmara Municipal de Valença e contou com um financiamento de 75%, assegurado pelo programa europeu POCTEP, através do projeto Visit Rio Minho.

O novo ancoradouro tem uma estrutura flutuante destinada à amarração e acostagem das embarcações.

A rampa para embarcações foi beneficiada, de modo a garantir o acesso, em segurança e comodidade, ao rio Minho.

A antiga pesqueira dos Frades recuperou a imponência e a dignidade original como ponto privilegiado de pesca.

Estas eram pretensões antigas da população ribeirinha e dos muitos pescadores da região.

Estas obras inseriram-se no projeto municipal de aproximação do concelho ao rio, protegendo, valorizando e potenciando este recurso natural que atravessa Valença de norte a sul, numa extensão de 22 Kms.

O novo ancoradouro pretende potenciar as atividades náuticas já praticadas na zona como o remo, a canoagem, o ski aquático e o jet ski.

Anúncio

Alto Minho

Detido com planta de canábis e mais de 200 doses de liamba em Valença

Tráfico de droga

em

Foto: GNR

Um homem de 44 anos foi detido, na quarta-feira, por tráfico de droga em Valença, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial de Viana do Castelo refere que, na sequência de uma denúncia sobre a existência de uma plantação de canábis numa construção sem licenciamento, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Valença realizou uma fiscalização ao local que, posteriormente, resultou numa busca domiciliária, culminando na apreensão de uma planta de canábis e 238 doses de liamba.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Valença.

A ação contou com o reforço do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Valença, que elaboraram um auto de contraordenação por construção sem licenciamento.

Continuar a ler

Alto Minho

Festival de teclados da Eurocidade Valença-Tui de 02 a 11 de outubro

Concertos presenciais e digitais

em

Foto: Divulgação / IKFEM - International Keyboard Festival & Masterclasse

Já é conhecida a programação completa da 8.ª edição do IKFEM – International Keyboard Festival & Masterclasse que se realiza na Eurocidade Valença-Tui de 2 a 11 de Outubro, anunciou hoje a organização.

À soprano Ainhoa Arteta, que partilha o palco com o pianista Javier Carmena, junta-se agora Carlos Núñez que vai estrear um espectáculo com Pancho Álvarez, Daniel Pereira e o trio português Ensemble Med, na Catedral de Tui.
Cantigas sacras galego-portuguesas a partir da gaita-de-foles de Carlos Núñez que regressa, assim, a Tui, terra natal do seu mestre, Antón Corral.

A representar Portugal e a música tradicional vão estar também o Quarteto Contratempus, no Teatro Municipal de Tui, com o espectáculo “Variações a partir de um coração”. O Auditório do Centro de Inovação e Logística de Valença vai receber o Trio Casperveck, liderado pelo pianista Brais González, que vai musicar ao vivo o filme mudo de Buster Keaton, “O Marinheiro de Água Doce”. Por sua vez, a Igreja de Santo Domingo, em Tui, acolhe uma viagem pela música barroca com a dupla Eutherpe, que junta o violiono de Ângela Neto Domingues com o cravo de Erea Blanco Balvís.

Aos concertos presenciais juntam-se os digitais numa edição adaptada à nova realidade imposta pela pandemia da covid-19.

Mantendo o carácter transfronteiriço, o IKFEM convidou os músicos portugueses e espanhóis a apresentarem-se no canal online do festival. Com o intuito de sensibilizar o público para a realidade do sector e apoiar o regresso à actividade cultural da euroregião, o IKFEM Digital foi criado em parceria com a Afundación, obra social do ABANCA, com o objectivo de dar oportunidade aos músicos profissionais, de qualquer estilo, de partilhar o seu trabalho e a sua história na luta contra o coronavírus. Para participar, os interessados devem gravar um vídeo com 10 minutos de duração máxima, onde contem a sua história e interpretem um tema. Os vídeos dever ser submetidos em www.ikfem.com até 27 de Setembro. Os solistas ou grupos seleccionados terão a oportunidade de apresentar um concerto de 60 minutos no IKFEM, via streaming no canal Afundación TV, e recebem um cachet de 500 euros.

Os cinco projectos escolhidos apresentam-se via streaming dias 3, 5, 6, 8 e 9 de Outubro.

Continuar a ler

Alto Minho

Sobe para 21 número de infetados no Lar da Cruz Vermelha em Valença

Covid-19

em

Foto: DR

O presidente da Câmara de Valença disse que o número de infetados por covid-19 no Lar da Cruz Vermelha subiu de 15 para 21, após terem sido hoje conhecidos os resultados dos testes feitos a utentes e funcionários.

Ao final da tarde de hoje, contactada pela Lusa, fonte da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM)afirmou que a instituição registava 15 casos de infeção pelo novo coronavírus.

Já ao início da noite, o autarca Manuel Lopes referiu que “o número subiu para os 21, 16 utentes e cinco funcionários, depois de terem sido conhecidos os resultados dos testes realizados a todos os idosos e trabalhadores da instituição”.

“Os idosos já estão isolados. As instalações do lar foram desinfetadas no domingo. Nenhum dos infetados está hospitalizado”, esclareceu o autarca social-democrata.

A Lusa contactou a instituição sediada no distrito de Viana do Castelo, mas até ao momento sem sucesso.

Segundo os dados que constam da Carta Social, disponível na página oficial do Gabinete de Estratégia e Planeamento da Segurança Social na internet, o Lar da Cruz Vermelha de Valença tem capacidade para acolher 75 idosos.

De acordo com o aviso publicado na página oficial da instituição no Facebook, hoje consultada pela Lusa, as visitas ao lar foram suspensas no passado dia 07.

“Devido à pandemia [de] covid-19, como medida de prevenção, as visitas estão canceladas a partir de segunda-feira (07/09/2020) até nova decisão”, lê-se na publicação.

Segundo dados divulgados na sexta-feira pela ULSAM, o concelho de Valença tinha, àquela data, 41 casos ativos.

A ULSAM é constituída por dois hospitais: o de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e o Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima. Integra ainda 12 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, e serve uma população residente superior a 244 mil pessoas, contando com 2.500 profissionais, entre os quais 501 médicos e 892 enfermeiros.

Surto em lar da Cruz Vermelha de Valença com 15 infetados

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 961.531 mortos e mais de 31,1 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.920 pessoas dos 69.200 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Continuar a ler

Populares