Seguir o O MINHO

Barcelos

Vai ser julgado diferendo entre 19 proprietários do loteamento da Malhadoura e a Câmara

em

Loteamento da Malhadoura. Foto: DR

A tentativa de conciliação esta terça-feira realizada no Tribunal Cível de Braga, falhou. O diferendo entre a Câmara de Barcelos e 19 moradores do loteamento da Malhadoura, em Milhazes, construído pela autarquia, vai ser julgado no final do mês.

Os proprietários recorreram ao Tribunal por alegados “defeitos de fabrico”, como humidades e fissuras.


Antes do falhanço das negociações, o Município propôs-se investir 465 mil euros em obras na fachada das casas, para banir as infiltrações, mas os proprietários não aceitaram, argumentando que o projeto de intervenção “é vago e incompleto” e não tem data de começo e de termo. Consideraram, ainda, que a obra nas fachadas não é suficiente para acabar com as, já que houve pavimentos que cederam nas garagens e janelas, mal acabadas, com mais humidade.

Os donos exigem à Câmara o pagamento de uma indemnização, a calcular em sede de sentença, pelo facto de as casas que compraram terem mais de 80 defeitos de construção. “Uma quantia que se considere adequada à eliminação dos defeitos existentes”, dizem.

A queixa, que corre na Unidade Cível, diz que as deficiências ocorrem no interior e no exterior das casas englobando paredes e tetos – afetados pela humidade – com a tinta a descascar, aparecimento de fissuras, falta de acabamentos e de impermeabilidade.

O loteamento, construído pelas empresas Alberto Couto Alves, de Famalicão e Sá Machado &Filhos, de Vila Verde, foi recebida pela Câmara em outubro de 2013. Foi adjudicada no executivo anterior de Fernando Reis (PSD) por 2,898 milhões de euros e concluída já no atual mandato de Miguel Gomes, do PS.

O Município não se deu como responsável pelos defeitos e culpava as duas firmas, tendo por isso acionado, em dezembro de 2014, a caução que estas entregaram quando tomaram conta da empreitada. As duas construtoras recorreram, também, ao Tribunal pois não assumem a responsabilidade pelas deficiências. Recentemente, as três partes chegaram a um acordo, desistindo de todos os processos.

Anúncio

Barcelos

Incêndio em poste de eletricidade provoca falhas de luz em Barcelos

Trovoada

em

Foto: Posto Avançado de Fragoso - Bombeiros de Barcelos / Facebook

A trovoada na madrugada desta segunda-feira provocou um incêndio num poste de eletricidade, em Fragoso, Barcelos.

O incêndio, na Rua de S. Pedro, provocou falhas na rede elétrica e de fibra em muitas casas daquela freguesia.


Os Bombeiros de Barcelos, através do Posto Avançado de Fragoso, acorreram ao local com cinco operacionais e uma viatura.

“Foi comunicado à EDP que prontamente enviou uma equipa para realizar todos os procedimentos de segurança, de modo a podermos extinguir o incêndio”, referem os bombeiros na sua página de Facebook.

Continuar a ler

Barcelos

Jipe transporta Nossa Senhora por freguesias de Barcelos

Mês de Maria

em

Foto: Vitor Vasconcelos / O MINHO

A imagem de Nossa Senhora de Fátima percorreu, esta noite de sábado, ruas de freguesias de Barcelos, numa manifestação de fé promovida por populares.

Vídeo: Vítor Vasconcelos / O MINHO


Da mesma organização que levou a cruz pascal pelas freguesias de Lijó, Galegos Santa Maria e Galegos São Martinho, as viaturas voltaram a percorrer as ruas daquelas três freguesias em jeito de encerramento do Mês de Maria, celebrado ao longo do mês de maio.

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Recorde-se que este sábado foram celebradas as primeiras missas com a presença de fiéis, após mais de dois meses do encerramento das igrejas, face à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Barcelos

Homem de 53 anos detido por tráfico de droga em Barcelos

PSP

em

Foto: DR

Um homem de 53 anos foi detido por tráfico de droga, na quinta-feira, em Barcelos.

A detenção ocorreu pelas 22:30 na Rua de Santo António, no centro da cidade, quando os agentes “se
encontravam em missão de serviço de prevenção à criminalidade”, refere a PSP.


O suspeito tinha em sua posse cocaína suficiente para 25 doses e heroína suficiente para 3 doses, que lhe foram apreendidas.

O detido foi informado que irá ser notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Famalicão.

Continuar a ler

Populares