Seguir o O MINHO

Actual

Universidade do Porto lança Portal do Português

Promoção da língua portuguesa

em

Foto: Site Portal do Português

O Portal do Português, lançado recentemente pela Universidade do Porto com o objetivo de “difundir a língua e a cultura portuguesa”, já se tornou num dos “cinco portais mais consultados” sobre o tema, revelou hoje um dos responsáveis.

Em declarações à Lusa, João Veloso, pró-reitor da Universidade do Porto (UP), afirmou hoje que em “apenas” duas semanas, o portal da Universidade se tornou “rapidamente” uma das plataformas sobre português mais visualizadas.

O portal, que apenas tem versão portuguesa, começou a ser desenvolvido em janeiro e visa “colocar à disposição do público” um conjunto de informações “não especializada” sobre a cultura e a língua portuguesa.

Além de “centralizar informação sobre eventos culturais”, a plataforma tem também como público alvo os estudantes universitários, oferecendo uma “panóplia” de ofertas e vagas de emprego. O objetivo é “mostrar às pessoas, particularmente aos estudantes que têm formação académica em estudos portugueses, literatura e cultura portuguesa, que essa qualificação académica é também um passaporte para oportunidades de emprego e bolsas de estudos”.

Anúncio

Actual

Pais em desespero procuram menor desaparecida em Braga

Menor desaparecida

em

Foto: O MINHO/Arquivo

Uma adolescente de Barcelos, está desaparecida desde ontem, sendo procurada pelas autoridades desde esta manhã, anunciou a família.

Numa publicação partilhada através das redes sociais, o pai, António Malheiro, refere que a filha se encontra “fora de contacto” e em paradeiro desconhecido.

Terá sido vista pela última vez na cidade de Braga, durante esta sexta-feira.

A família apela a que, caso alguém saiba do paradeiro da adolescente, contacte as autoridades locais (GNR/PSP).

Notícia atualizada às 16h51 com informação do aparecimento da menor

Continuar a ler

Actual

Mãe e filho menores feridos em acidente em Barcelos

Em Lijó

em

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Uma mulher e um menor ficaram feridos, esta terça-feira à tarde, na sequência de uma colisão entre duas viaturas ligeiras, na rua dos Caminheiros de Santiago, junto ao campo de futebol de Lijó, em Barcelos, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

As vítimas, mãe e filho, foram transportadas para o Hospital de Barcelos com ferimentos considerados ligeiros.

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

No local da ocorrência estiveram duas ambulâncias dos Bombeiros de Barcelinhos.

Os Bombeiros de Barcelos fizeram a limpeza da via, que esteve parcialmente cortada.

Continuar a ler

Actual

António Costa felicita Pedro Sánchez pela vitória dos socialistas nas legislativas espanholas

Diplomacia

em

Foto: Divulgação

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou, este domingo, o seu homólogo espanhol, Pedro Sánchez, pela vitória dos socialistas do PSOE nas eleições gerais de Espanha, disse à agência Lusa fonte do executivo português.

A mesma fonte adiantou que António Costa transmitiu a mensagem de felicitações ao primeiro-ministro de Espanha e líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, numa breve conversa telefónica.

Com cerca de 95% dos votos escrutinados, o PSOE lidera a contagem com cerca de 28% dos votos, correspondentes a 120 deputados eleitos, estando em segundo lugar os conservadores do Partido Popular (PP) com 88 lugares e em terceiro o partido de extrema-direita Vox com 52 lugares.

A coligação de extrema-esquerda Unidas Podemos elegeu até agora 35 deputados e o Cidadãos obtém apenas 10 lugares.

Com estes resultados, o bloco dos partidos de esquerda (PSOE, Unidas Podemos e Mais País) totaliza 158, enquanto o bloco de direita (PP, Vox e Cidadãos) alcança 150 lugares. A participação eleitoral é de 69,96%.

Nas eleições de 28 de abril, os socialistas do PSOE tiveram 28,7% dos votos, seguidos pelo PP com 16,7%, o Cidadãos (direita liberal) com 15,9%, o Unidas Podemos (extrema-esquerda) com 14,3% e o Vox (extrema-direita) com 10,3%.

As eleições de hoje foram convocadas em setembro pelo Rei de Espanha, depois de constatar que o primeiro-ministro socialista em funções, Pedro Sánchez, não conseguiu reunir os apoios suficientes para voltar a ser investido no lugar na sequência das eleições de abril.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares