Seguir o O MINHO

Guimarães

UMinho recebe maior congresso de ciência geográfica do país

Ensino superior

em

Campus de Azurém da UMinho, Guimarães. Foto: Divulgação

A Universidade do Minho (UMinho) vai receber de 13 a 15 de novembro a 12ª edição do Congresso da Geografia Portuguesa. A iniciativa, organizada pelo Departamento de Geografia em colaboração com a Associação Portuguesa de Geógrafos, irá juntar no campus de Azurém mais de 200 geógrafos que irão participar em 49 sessões paralelas, informa a universidade em nota de imprensa.

O principal objetivo é o de discussão do contributo da Ciência Geográfica para a Sustentabilidade na senda dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas e que devem ser alcançados até 2030.

“Pretende-se discutir as preocupações ambientais, sociais e económicas e a diferentes escalas geográficas”, referiu a professora Paula Remoaldo, da comissão organizadora. “Nos três dias do Congresso almeja-se encontrar caminhos para um futuro mais partilhado, coletivamente desejado e mais justo”, acrescentou a responsável que se refere a este congresso como sendo “um momento de partilha científica por parte dos geógrafos portugueses, correspondendo à mais importante iniciativa da ciência geográfica em Portugal”. A iniciativa pretende “acolher abordagens concetuais e empíricas ligadas às políticas contemporâneas, com destaque para as agendas 2020 e 2030″

Nesta que é a segunda vez que o Departamento de Geografia organiza o evento, a temática “Geografias de Transição para a Sustentabilidade” foi escolhida como tema central para os 12 eixos temáticos e para as 49 sessões paralelas em que se alicerça o congresso. Um dos destaques do programa diz respeito à conferência que será proferida na quarta-feira, 13 de novembro, pelo professor Miguel Bastos Araújo, intitulada “Biogeografia: da explicação à previsão”.

Trata-se de um geógrafo e especialista de renome mundial no estudo dos efeitos das alterações climáticas na biodiversidade que, em 2018, ganhou o Prémio Pessoa, tendo sido o primeiro cientista da dimensão ambiental a receber este tipo de prémio. Um amplo debate onde geógrafos de diferentes gerações irão discutir a temática geral do congresso será outro dos pontos-altos desta 12ª edição. Do programa fazem parte, para além de ações de formação, apresentações e discussões em torno dos vários eixos temáticos, visitas ao Parque Nacional Peneda-Gerês / Sistelo e ao centro histórico da cidade de Guimarães.

EM FOCO

Populares