Seguir o O MINHO

Guerra na Ucrânia

Ucrânia elogia disposição da Finlândia para aderir à NATO

Política

em

Foto: DR / Arquivo

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, elogiou hoje a disponibilidade da Finlândia para aderir à NATO numa conversa telefónica com o seu homólogo finlandês, Sauli Niinistö.

“Elogiei a disponibilidade da Finlândia para se candidatar à adesão à NATO”, escreveu Zelensky na rede social Twitter, ao relatar a conversa com Niinistö.

“Também discutimos a integração europeia da Ucrânia. E a interação de defesa da Ucrânia e da Finlândia”, acrescentou.

A conversa ocorreu poucas horas depois de Sauli Niinistö e a primeira-ministra finlandesa, Sanna Marin, terem manifestado o seu apoio à adesão do país nórdico à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO).

O pedido de adesão deverá ser anunciado oficialmente no próximo domingo.

“Ser membro da NATO vai reforçar a segurança da Finlândia. Como membro da NATO, a Finlândia vai reforçar a aliança no seu conjunto. A Finlândia deve ser candidata à adesão à NATO sem demora”, afirmaram Sauli Niinistö e Sanna Marin, num comunicado conjunto.

A Suécia pode igualmente tomar a mesma decisão de pedir a adesão à Aliança Atlântica.

A Finlândia partilha 1.340 quilómetros de fronteira terrestre com a Rússia, país que tem uma fronteira marítima com a Suécia.

A ponderação sobre uma adesão à NATO, que significa o possível abandono da política histórica de não alinhamento dos dois países nórdicos, surgiu no contexto da invasão da Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro.

Populares