Seguir o O MINHO

Braga

Trio elétrico da TVI vai andar sem rumo em Vila Verde. Vereador propõe boicote

Polémica

em

Foto: Divulgacao

Estalou (nova) polémica na classe política em Vila Verde, desta vez impulsionada pela presença de um trio elétrico de um programa da TVI no próximo domingo pelas ruas do concelho. A oposição política defende um boicote da população para evitar aglomerados. A Câmara, de executivo PSD, garante que a viatura será escoltada pela GNR e que o itinerário não será divulgado para evitar ajuntamento popular.


Em causa está o programa Somos Portugal, emitido a partir de Lisboa mas que terá uma apresentadora (Rita Pereira) a percorrer as ruas do concelho minhoto com três artistas que darão música ao povo.

O anúncio foi feito ao final da manhã desta sexta-feira através das redes sociais da autarquia. No domingo, o programa regressa a Vila Verde num formato diferente do habitual, face à pandemia de covid-19.

Em Lisboa, promotores do concelho vão mostrar “o melhor do território”, diz a autarquia, enquanto Rita Pereira liderará a viatura em circulação pelo concelho, de forma a mostrar as “magníficas paisagens” de Vila Verde.

Na mesma publicação, a autarquia pede à população que cumpra as normas e evite aglomerados nas ruas, pedindo ainda a utilização de máscara.

 José Morais, vereador sem pelouro do Partido Socialista, veio apelar a um boicote da população, assumindo-se contra o evento por dois motivos: por causa de uma “frágil situação sanitária que pode explodir a qualquer momento” e porque “é difícil controlar o número de presentes dando um sinal errado à sociedade”.

“Não se juntem na rua, não deixemos que o bom nome da nossa terra seja enxovalhado por se verem ajuntamentos. Quem gosta do programa, sugiro que desta vez o acompanhe pela televisão, pela nossa saúde e pelo bom nome da nossa terra”, diz o socialista num vídeo publicado no YouTube.

Na resposta, o chefe de gabinete do presidente da Câmara explica que o itinerário não será divulgado e que duas patrulhas da GNR vão acompanhar o trio elétrico para evitar ajuntamento de pessoas.

Através das redes sociais, Carlos Tiago Alves, ex-líder da JSD de Vila Verde, assegura que não existirá nenhum palco fixo no concelho para este programa que, diz o responsável, serve para “divulgar” as “belas paisagens” através do “programa líder dos domingos à tarde na TV portuguesa”.

Garante que o “camião palco” percorrerá “várias artérias do concelho de Vila Verde, [e que] em momento algum parará, sendo acompanhado por dois carros batedores da brigada de trânsito da GNR”.

Assegura ainda que o formato do programa foi autorizado pela Direção-Geral da Saúde e garante que os vila-verdenses estarão “à altura” do desafio de receber este programa, por sempre terem demonstrado bom desempenho nas fases mais críticas da pandemia.

Anúncio

Braga

Nasceram 1.856 bebés no Hospital de Braga desde o início do ano

Natalidade

em

Foto: DR (Arquivo)

O Hospital de Braga contabilizou 1.856 nascimentos entre 01 de janeiro e 31 de julho, numa média de 265 partos por mês.

Em dados disponibilizados pelo hospital a O MINHO, é possível verificar que nasceram 865 bebés do sexo feminino e 991 do sexo masculino. Em média, nasceram 265 bebés por mês em 2020.

A nível nacional, entre 01 de janeiro e 31 de junho, nasceram 42.149 bebés. Apesar de se registar um ligeiro aumento em relação a anos anteriores, a tendência será para a “natalidade recuar outra vez”, disse a presidente da Associação Portuguesa de Demografia.

Estes dados são fruto do estudo de rastreio nacional do Instituto Ricardo Jorge, vulgo “teste do pezinho”. Podem não corresponder aos números exatos de nascimentos, mas mostram já uma tendência de estabilização relativamente ao ano passado.

Continuar a ler

Braga

Detido por agressões após desentendimento em casa de alterne em Vieira do Minho

Agressões

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A PJ deteve um homem de 22 anos suspeito de agredir outros dois homens com uma navalha e uma barra de ferro, em Vieira do Minho, após desentendimentos que começaram numa casa de diversão noturna, divulgou hoje aquela força.

Em comunicado hoje divulgado, a Polícia Judiciária refere que as agressões aconteceram na madrugada de quarta-feira, na via pública e por “motivos fúteis”.

Uma das vítimas sofreu vários golpes corto-perfurantes nas zonas da cabeça, pescoço e tórax, que lhe provocaram “graves lesões”.

A outra vítima foi agredida na cabeça com a barra de ferro, ficando inconsciente.

“Dado haver perigo para a vida, foram evacuadas para o Hospital de Braga”, acrescenta o comunicado.

O autor pôs-se em fuga do local, mas acabou por ser detido na quinta-feira, pela Polícia Judiciária, que também apreendeu os objetos utilizados nas agressões.

O arguido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Está indiciado por dois crimes de homicídio qualificado, na forma tentada.

Continuar a ler

Braga

Filha procura pai desaparecido em Braga

Desaparecimento

em

Foto: DR

Um homem de 54 anos está dado como desaparecido depois de ter saído para procurar trabalho, na quinta-feira, em Lamas, concelho de Braga.

Ao que apurou O MINHO, o homem, Carlos Bastos, toma medicamentos por causa da depressão, não padecendo de outras doenças.

Desconhece-se a indumentária que o homem vestia quando saiu de casa, na manhã de quinta-feira, quando resolveu dar uma volta para ver se encontrava trabalho.

Acabou por não regressar a casa.

A O MINHO, a filha de Carlos deixa o apelo para que se alguém o vir entre imediatamente em contacto com ela, através do 914340800, ou com a GNR, através do 253 203 030.

Continuar a ler

Populares