Seguir o O MINHO

Braga

Tribunal declarou hoje insolvência de empresa dona da loja “Pic Pic” de Braga

Uma das mais emblemáticas de Braga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O Tribunal de Famalicão decretou, hoje, a insolvência da empresa dona do “PicPic”, uma das lojas de pronto a vestir mais emblemáticas da cidade, situada no seu centro histórico, na Rua do Souto, e que fechou, no fim de abril, ao fim de 77 anos de existência.

O juiz deu como encerrado o processo de revitalização em curso, dado que a empresa não conseguiu cumprir os seus termos, ou seja, ir pagando as dívidas aos credores.

O magistrado evoca o Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (C.I.R.E.), segundo o qual “é considerado em situação de insolvência o devedor impossibilitado de cumprir as suas obrigações vencidas”.

E acrescenta: “estando o devedor já em situação de insolvência, o encerramento do processo de revitalização acarreta a insolvência do devedor, devendo a mesma ser declarada pelo juíz no prazo de três dias úteis”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO 

O Tribunal nomeou para a gestão do processo de insolvência o administrador judicial Nuno Albuquerque, que é advogado com escritório em Braga.

Conforme O MINHO noticiou, o “Pic Pic” era um dos estabelecimentos comerciais mais conhecidos da cidade e mesmo da região nortenha, dado que dispunha de marcas em exclusivo e só acessíveis a clientes da classe média e alta.

Desaparece, apesar dos esforços dos proprietários, vítimas das alterações do mercado, agravadas pela pandemia, e corroída por um processo judicial de insolvência.

Populares