Seguir o O MINHO

Braga

Tribunal de Braga absolveu homem acusado de incendiar quarto dos pais para os matar

em

Foto: DR / Arquivo

O Tribunal de Braga absolveu, ontem, um homem que foi julgado sob a acusação de ter incendiado o quarto dos pais, em São Mamede de Este, Braga, para os matar.


O coletivo de juízes considerou não haver prova suficiente para o condenar, já que os pais se recusaram a contar o que se passou, de forma a ilibar o filho.

O arguido, que se mostrou arrependido em julgamento, ouviu a leitura do acórdão por videoconferência a partir da cadeia de Paços de Ferreira. No final, e depois de ter dito que iria ser solto, o coletivo de juízes lembrou-lhe que fica em liberdade condicional, estatuto que já tinha antes de ser preso preventivamente neste processo. Cristiano António Ferreira estava em liberdade condicional – cumpriu 12 anos – por ter sido um dos autores do homicídio de um homem de alcunha o Mingoto, da Póvoa de Lanhoso.

Estava acusado de incendiar o quarto dos progenitores, só não os matando porque o pai conseguiu apagar as chamas a tempo. Mesmo assim, dizia a acusação, o filho ficou a fechar a porta do quarto para garantir que não fugiam e morriam asfixiados ou queimados. Mas acabou por se escapulir quando percebeu que o pai chamara a GNR.

Foi julgado por homicídio qualificado na forma tentada e furto qualificado. A acusação diz que o móbil do crime terá sido o de andar desavindo com os pais porque estes não lhe davam dinheiro que chegasse para consumir drogas e não lhe cediam o carro.O crime ocorreu pela 01:00 da madrugada de 26 de setembro de 2017. O Cristiano, de alcunha o Branquinho, hoje com 36 anos, entrou, afável, no quarto dos pais, que já estavam deitados e ligou o aquecedor pois “estava com frio”. Um gesto que visava um eventual alibi, o de que as chamas que viria a atear, seriam culpa do aparelho.

Saiu do quarto, e uma hora depois, entreabriu a porta, regou o chão com álcool etílico e pegou-lhe fogo.

O local tinha carpetes, mantas e roupa, o que garantia que a cama também arderia. Como o quarto não tinha chaves, ficou à porta, a fechá-la, com as mãos.

O pai, Manuel Ferreira, de 60 anos, ainda “meio-acordado”, sentiu o fogo e alertou a mulher, não tendo evitado que Fátima Antunes ficasse com queimaduras nos pés e pernas, que obrigaram a internamento no Hospital. Ao tentar sair, deu com a porta trancada pelo filho, chamando, então, a GNR.

Anúncio

Braga

Igreja celebra hoje o dia de S. Geraldo, padroeiro da cidade de Braga

Religião

em

Foto: DR

A 05 de dezembro a diocese de Braga celebra a festa litúrgica de São Geraldo, antigo bispos de Braga que hoje é considerado santo pela instituição. São Geraldo é, ainda, o padroeiro da cidade, que por este dia ornamentava a capela em sua honra com frutas para uma celebração apoiada pelas escolas do concelho.

Ficou na história por ser dos dois primeiros arcebispos de Braga, em conjunto com Pedro de Braga, controlando dioceses desde o topo da Galiza até Viseu. De acordo com a nota biográfica da Arquidiocese de Braga, efetuou um conjunto de reformas a nível eclesiástico, moral e administrativo, reorganizando a escola da catedral e o cabido, continuando as obras da Sé, recuperando bens eclesiásticos usurpados e reformando o culto e a liturgia com a introdução do rito romano, conseguindo ultrapassar os focos de resistência anti-romana na sua diocese.Morreu em 1108.

Neste dia, e embora não seja celebrado pela diocese, mas sim no resto do país, celebra-se ainda Frutuoso de Dume, São Frutuoso, monge e bispo do século VII (sete), que até hoje é venerado como santo. Em 1102, o seu corpo terá sido roubado, enquanto relíquia, da freguesia de Dume, e levado para a catedral de Santiago, onde foi enterrado na cripta com uma cerimónia solene. Esse momento ainda é celebrado pela catedral de Compostela a 16 de dezembro. No entanto, as relíquias de S. Frutuoso regressaram a Braga em 1966, cerca de 864 anos depois de terem sido levadas.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga com mais 152 casos e três mortos em 24 horas

Dados locais

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O concelho de Braga regista hoje 8.064 casos acumulados desde o início da pandemia, mais 152 desde ontem.

Estes números foram apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde atualizados às 17:00 desta sexta-feira.

Hoje não nos foi possível apurar o número de casos ativos uma vez que o número de casos recuperados ainda se encontrava em atualização.

Há 110 óbitos a lamentar, mais três do que na quinta-feira.

Também não foi possível divulgar o número de pessoas em isolamento.

Continuar a ler

Braga

Mercado de Braga reabre amanhã com ‘nova cara’. Veja como é o novo espaço

Investimento de 6 milhões

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O novo Mercado Municipal de Braga é inaugurado este sábado, pelas 11:00, numa cerimónia que contará com a presença do presidente da Câmara, Ricardo Rio. O MINHO já visitou o Mercado e mostra-lhe como ficou este novo espaço.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A nova ‘Praça’ resulta da requalificação integral do Mercado Municipal, num investimento de 6 milhões de euros, aos quais se juntam 500 mil em equipamentos.

Trata-se de um dos projetos considerados “prioritários para a cidade” pelo executivo.

Continuar a ler

Populares