Seguir o O MINHO

Futebol

Tribunal Arbitral do Desporto mantém jogo à porta fechada na Luz, Benfica recorre

Castigo do Conselho de Disciplina da FPF

em

Foto: DR / Arquivo

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) considerou improcedente o recurso do Benfica ao castigo de disputar um jogo de futebol à porta fechada, uma decisão que vai ser alvo de recurso do clube.


Fonte oficial do Benfica confirmou hoje à Lusa que vai recorrer para o Tribunal Central e Administrativo do Sul da decisão de segunda instância tomada na segunda-feira, suspendendo a pena de um jogo à porta fechada e de uma multa de 11.475 euros impostos ao Benfica.

Este castigo foi imposto pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), pelo comportamento dos adeptos ‘encarnados’ na visita ao Estoril Praia, em 21 de abril de 2018, “traduzido no arremesso de algumas tochas para o terreno de jogo” aquando dos golos das ‘águias’, que venceram por 2-1.

Na ocasião, o Benfica recorreu, primeiro, para o pleno do CD da FPF, que viria a manter o castigo, e, depois, para o TAD, alegando que não era “promotor do espetáculo desportivo”, por estar a jogar como visitante.

Na decisão de segunda-feira, à qual a Lusa teve acesso, o TAD “declara totalmente improcedente o recurso interposto pela demandante [Benfica] e confirma integralmente a decisão disciplinar recorrida”.

Fonte conhecedora do processo explicou à Lusa que esta instância de apelo refutou a exclusão de responsabilidade para os clubes visitantes, defendendo, mesmo nestes casos, vigilância apertada sobre os seus adeptos.

No âmbito deste processo, após o primeiro recurso negado, o Benfica chegou a suspender a venda de bilhetes para o clássico com o FC Porto, da sétima jornada da edição 2018/19 da I Liga, marcado para 07 de outubro de 2018 e que viria a disputar-se no Estádio da Luz.

Este é o único processo imposto com jogo à porta fechada aos ‘encarnados’, que, no entanto, recorreram para o TAD de outros casos mas de interdição do seu estádio, devido ao apoio a claques não legalizadas.

Anúncio

Futebol

Árbitro de Barcelos no FC Porto-Sporting

João Pinheiro é de Viatodos

em

Foto: FPF

O árbitro João Pinheiro, de Viatodos, concelho de Barcelos, foi o escolhido pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de futebol para dirigir o jogo entre o FC Porto e o Sporting, da 32.ª jornada da I Liga portuguesa, foi hoje anunciado.

João Pinheiro, da Associação de Futebol de Braga, vai ter como auxiliares Bruno Rodrigues e Luciano Maia, com Iancu Vasilica a ser o quarto árbitro, enquanto o videoárbitro será Artur Soares Dias.

O jogo entre o FC Porto e o Sporting está agendado para quarta-feira, às 21:30, no estádio do Dragão, numa partida em que os ‘dragões’ apenas necessitam de um ponto para se sagrarem campeões nacionais.

Continuar a ler

Futebol

Internacional portuguesa Rute Costa troca SC Braga pelo Famalicão

Futebol feminino

em

Foto: SC Braga / Arquivo

A internacional portuguesa Rute Costa assinou um contrato de uma temporada com o Famalicão, informou hoje a equipa da liga portuguesa feminina de futebol.

A guarda-redes, de 26 anos, deixa ao fim de quatro temporadas o Sporting de Braga, onde conquistou um campeonato português, uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Rute Costa tem quatro internacionalizações pela seleção portuguesa, duas das quais no Europeu de 2017, que marcou a estreia de Portugal em grandes competições.

Aquando do cancelamento das competições, devido à pandemia de covid-19, o Famalicão liderava a II divisão e garantiu a subida de divisão.

Continuar a ler

Futebol

Ida ao banho de Vítor Oliveira custa 2.550 euros ao Gil Vicente

Multa

em

Foto: DR / Arquivo

O Gil Vicente foi multado em 2.550 euros pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, devido à ausência do treinador Vítor Oliveira na flash-interview no final da partida frente ao Vitória SC.

A equipa de Barcelos enviou o treinador adjunto Mário Nunes, justificando a decisão com o facto de Vitor Oliveira ter sido levado “para debaixo dos chuveiros na comemoração da vitória que garantiu a manutenção, estando este completamente encharcado”.

O Conselho de Disciplina acabou por multar o Gil Vicente por incumprimento do artigo 91, nº.1, alínea c, do regulamento de competições, que define que a flash-interview “tem a participação obrigatória de dois elementos de cada equipa, designadamente, o treinador principal e um jogador”.

O Gil Vicente venceu na quinta-feira na visita ao Vitória SC, por 2-1, na 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com a equipa de Barcelos a marcar dois golos nos descontos e a garantir a manutenção.

Continuar a ler

Populares