Seguir o O MINHO

Futebol

Três minhotos seguem entre as 60 maiores promessas do futebol mundial

Golden Boy

em

Foto: DR

Tomás Esteves (FC Porto/Arcos de Valdevez), Vítor Ferreira (FC Porto/Póvoa de Lanhoso) e Pedro Neto (Wolverhampton/Viana do Castelo) permanecem na lista dos nomeados para o prémio Golden Boy, levado a cabo pelo jornal italiano Tuttosport e que distingue o melhor jogador jovem da atualidade.

O vianense Pedro Neto, que actua nos ingleses do Wolverhampton, ocupa a 41.ª posição na lista, aleatória. Tomás Esteves, de Aboim das Choças, em Arcos de Valdevez, está na 53.ª posição. Já Vítor Ferreira, da Póvoa de Lanhoso, segue em 58 da lista.

A votação decorre no portal daquele jornal e conta ainda com mais cinco portugueses: Fábio Silva, do FC Porto, que está no 16.º lugar da lista, Gonçalo Ramos, do Benfica, na 21.ª posição. Eduardo Quaresma, do Sporting, na 42.ª posição e Rafael Camacho, do mesmo clube, no 43.º lugar. Tomas Tavares, do Benfica, ocupa o posto número 51.

O argentino Nehuen Perez, que jogou no Famalicão, está em 36.º da lista.

Na extensa pré-seleção do Tuttosport destaque ainda para a presença do médio ofensivo Angel Gomes, do Manchester United, internacional jovem por Inglaterra e filho de Gil, campeão mundial de sub-20 por Portugal.

Entre os candidatos estão também jogadores que já se afirmaram nas equipas principais, entre os quais o norueguês Haland, avançado sensação esta época e que trocou no mercado de inverno o Salzburgo pelo Borussia Dortmund, Ansu Fati, o atacante de origem guineense do FC Barcelona, ou o brasileiro Vinicius Jr., do Real Madrid.

Fortes candidatos ao troféu são igualmente os ingleses Jadon Sancho (Borussia Dotmund) ou Hudson-Odoi (Chelsea).

O prémio, criado em 2003, já distinguiu dois jovens jogadores portugueses: Renato Sanches, em 2016, e João Félix, no último ano, em 2019, sendo ambos ‘produtos’ da formação do Benfica e que se transferiram para o Bayern Munique e Atlético Madrid, respetivamente.

A votação pode ser feita aqui.

Populares