Seguir o O MINHO

Futebol

Três jovens do FC Famalicão e um do Vitória entre as ‘pérolas’ da I Liga

Dois defesas, um médio e um avançado

em

Nehuén Pérez. Foto: Divulgação / Arquivo

A Liga Portuguesa de Futebol divulgou hoje o onze mais jovem do campeonato, decorridas que estão 13 jornadas.


O FC Famalicão, com três nomes, é o segundo clube com mais jogadores na lista, atrás do Belenenses SAD. O Vitória SC, a par de CD Tondela, Marítimo e Benfica, também tem um jogador entre os wonderkids.

Numa formação escalada em 4-3-3, a lista é então composta por: Hervé Koffi (23 anos, Belenenses SAD); Diogo Calila (21 anos, Belenenses SAD), Nehuén Pérez (19 anos, FC Famalicão), Tomás Ribeiro (20 anos, Belenenses SAD) e Álex Centelles (20 anos, FC Famalicão); Gustavo Assunção (19 anos, FC Famalicão), Pedro Pelágio (19 anos, Marítimo) e Florentino Luís (20 anos, Benfica); Richard (20 anos, Tondela), Edwards (21 anos, Vitória SC) e Kikas (21 anos, Belenenses SAD).

Imagem: LPFP

No critério utilizado, “os onze mais jovens selecionados têm que já ter atuado um mínimo de cinco partidas como titulares, sendo a idade mais baixa o fator de desempate, em caso de igualdade”.

FC Famalicão

No centro, Nehuén Pérez é totalista na atual edição da Liga NOS. Titular em todas as 13 partidas, o argentino, emprestado pelo Atlético de Madrid, foi chamado aos trabalhos da seleção da Argentina, já se estreou a marcar, na vitória por 2-3 diante do CD Aves, somando ainda 62 recuperações de bola e 11 cortes completos.

Na ala esquerda, Álex Centelles está em Famalicão por empréstimo de outro clube espanhol: o Valência. Lateral com valências ofensivas, já por duas vezes assistiu um companheiro de equipa para golo e que soma 21 ataques e 35 recuperações de bola, nos nove jogos que completou.

Também emprestado pelo Atlético de Madrid, outro jogador em grande destaque no terceiro classificado da I Liga é brasileiro e filho do ex-FC Porto Paulo Assunção. Titular em 12 das 13 jornada, Gustavo Assunção tem sido nuclear na formação de João Pedro Sousa, com 67 recuperações de bola e 18 cortes completos.

Vitória SC

Na asa esquerda do ataque surge Marcus Edwards. O inglês resgatado pelo Vitória SC ao Tottenham, no princípio da temporada, marcou o primeiro golo ao serviço dos vimaranenses na última jornada, tendo já efetuado, também, duas assistências para golo, nos sete jogos que cumpriu, dos quais seis como titular.

Anúncio

Futebol

Vitória assegura Dénis Poha a título definitivo até 2024

Futebol

em

Foto: Divulgação / Vitória SC

O Vitória SC assegurou a transferência de Dénis Poha aos franceses do Rennes por 300 mil euros e assinou contrato com o médio até junho de 2024, informou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

O francês, de 23 anos, realizou 32 jogos oficiais pela turma de Guimarães na época 2019/20, ao abrigo de um empréstimo pelo clube da Bretanha, e a SAD vitoriana, presidida por Miguel Pinto Lisboa, avançou para a contratação do atleta a título definitivo.

Além de ter garantido os “direitos económicos e desportivos do atleta por 300 mil euros”, o Vitória pode ainda ter de pagar outros 300 mil euros ao clube francês, onde Poha foi formado, consoante a concretização de “objetivos relacionados com o apuramento para as competições europeias”, informa a nota publicada no sítio oficial dos minhotos.

Apurado para a próxima edição da Liga dos Campeões após o terceiro lugar alcançado na I Liga francesa, o Rennes tem ainda direito a “receber 25% das mais-valias realizadas pelo Vitória numa futura transferência”, refere ainda o comunicado dos minhotos.

Poha estava vinculado ao Rennes desde 2011 e jogou ainda, por empréstimo, em dois clubes da II Liga francesa: US Orleães, na época 2017/18, e Nancy, na segunda metade da época 2018/19.

Internacional pelas seleções jovens gaulesas, o futebolista sagrou-se campeão europeu de sub-19 em 2016, tendo sido titular nos cinco jogos desse torneio, e disputou ainda quatro partidas no Mundial sub-20 de 2017, no qual a França atingiu os oitavos de final.

Continuar a ler

Futebol

Famalicão contrata extremo argentino

Futebol

em

Foto: DR

O Famalicão contratou o argentino Fernando Valenzuela por uma época, anunciou hoje o clube que alinha na I Liga portuguesa de futebol.

O extremo, internacional sub-23 pela Argentina, vai estrear-se a jogar na Europa, depois de ter representado o Barracas Central nas duas últimas temporadas, tendo jogado ainda no Racing Club e no Nueva Chicago.

“Estou a cumprir um sonho. Sempre tive o desejo de jogar na Europa e, por isso, não podia estar mais feliz”, revelou o jogador, que não escondeu a satisfação de jogar no Famalicão.

Continuar a ler

Futebol

UEFA mantém restrições ao FC Porto, que “cumpriu parcialmente” fair-play financeiro

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

A UEFA informou hoje que o FC Porto “cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20” a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao campeão nacional de futebol na temporada 2020/21.

“O FC Porto cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a temporada 2019/20 e, como consequência, as medidas desportivas condicionantes previstas para o FC Porto, como as restrições de transferências e a limitação do número de jogadores na lista A [nas competições europeias], continuarão a aplicar-se na temporada 2020/21”, justifica o organismo, em comunicado.

Deste modo, o FC Porto, que em 2017/18 cumpriu com as metas estabelecidas pela UEFA, ficará sob o regime de monitorização do Comité de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) por mais uma temporada.

O Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo e que disputa a Liga inglesa de futebol, também vai estar sob ‘vigilância’ financeira da UEFA nas próximas duas épocas (2020/21 e 2021/22), depois de “não ter cumprido com os requisitos exigidos” em 2019/20.

Além do clube inglês, os franceses do Lille e os turcos do Basaksehir entram nesta lista de controlo financeiro da UEFA, sendo que ambos vão ficar em regime de monitorização nas próximas quatro temporadas (2020/21, 2021/22, 2022/23 e 2023/24).

A UEFA informou ainda que Galatasaray, Kairat Almaty e Maccabi Telavive “cumpriram as metas acordadas para a temporada 2019/20”, mas vão continuar em regime de monitorização, enquanto os romenos do Cluj cumpriram com os objetivos definidos em 2019 e deixaram de estar sob vigilância do CFCB.

Continuar a ler

Populares