Seguir o O MINHO

Futebol

Treinador Rui Pedro Silva lamenta pouco tempo de recuperação do Famalicão

I Liga

em

O treinador do Famalicão admitiu hoje que a tarefa da equipa no encontro com o Paços de Ferreira, no domingo, vai ser “humanamente difícil”, tendo em conta o pouco tempo de recuperação dos seus futebolistas.

Três dias depois de vencer o Belenenses, o Famalicão recebe os pacenses, na jornada 18 da I Liga portuguesa de futebol, e Rui Pedro Silva revelou-se confiante, apesar do pouco tempo que teve para preparar o encontro.

“Vamos ter um Famalicão preparado. Queremos dar continuidade aos bons resultados e queremos manter a senda de vitórias. O fator descanso é sempre decisivo para os jogadores. Foi ingrata a paragem para os jogadores devido ao surto de covid-19, porque, depois de uma semana de trabalho, tivemos três jogos seguidos. Humanamente é difícil, mas temos de estar sempre preparados para o jogo”, explicou o técnico.

Em conferência de imprensa, Rui Pedro Silva analisou também o adversário, que considera estar “no melhor momento da época”: “Vamos ter um Paços de Ferreira muito forte e com intenção de vir aqui discutir o jogo”, afirmou o treinador da equipa famalicense, que fez ainda um balanço do trabalho que tem sido feito desde que chegou ao clube.

“A nossa equipa coloca muita exigência sobre si mesma, logo não está satisfeita com o que atingiu. Isto é muito benéfico para nós, porque a cada dia queremos conquistar mais. Não quero olhar para o que aconteceu no passado, mas sim projetar o futuro. A nossa exigência vai ser essa, queremos estabelecer um projeto e uma base que seja estável todos os anos”, observou.

O Famalicão, em 16.° lugar, com 15 pontos, recebe no domingo, às 18:30, o Paços de Ferreira, no 11.° posto, com 17, em jogo da jornada 18 da I Liga portuguesa de futebol, que será arbitrado por Hélder Malheiro, da associação de Lisboa.

Populares