Seguir o O MINHO

Vitória SC

Treinador do Vitória SC quer ataque mais forte para derrotar Boavista

Jogo este sábado em Guimarães

em

Foto: DR/Arquivo

O treinador Luís Castro realçou hoje que o Vitória SC precisa de ser “equilibrado” na defesa e de melhorar no ataque para vencer em casa o Boavista, em partida da 26.ª jornada da I Liga de futebol.

Com os vitorianos no sexto lugar, com 39 pontos, a nove jornadas do fim do campeonato, o técnico realçou que “há cada vez menos margem para haver descuidos” e frisou que os seus jogadores vão ter de apresentar um futebol ofensivo superior ao dos últimos jogos se quiserem impor-se aos ‘axadrezados’ e melhorar o registo até agora apresentado em casa – sete vitórias, três empates e duas derrotas.

“Vamos ter de fazer aquilo que temos feito muitas vezes em casa: ser uma equipa muito equilibrada defensivamente e com grande volume ofensivo. Não temos criado tantas oportunidades como eu gostaria nesse volume. Falta-nos isso. Espero que aconteça amanhã [no sábado]”, disse o técnico vimaranense, na conferência de antevisão à partida agendada para as 18:00.

Luís Castro admitiu que a equipa de Guimarães “não tem conseguido resolver” o “défice” na criação de oportunidades e na finalização – marcou quatro golos nos últimos seis jogos -, e admitiu alterações táticas ao longo do jogo, mas não no início – os vitorianos devem apresentar-se no 4x3x3 habitual.

“Não temos visto muito as equipas mudarem os seus sistemas táticos e as suas dinâmicas. De forma inicial, não estou a pensar fazê-lo. Ao longo de alguns jogos, temos aparecido com o médio ofensivo mais perto do ponta de lança ou com dois pontas de lança. Temos feito isso em situações pontuais, mas não de forma continuada e não no início do jogo”, explicou.

Apesar de estar no 13.º posto, com 26 pontos, e na luta pela permanência, o Boavista é, para Luís Castro, uma equipa “muito competitiva”, com “solidez defensiva” (31 golos sofridos), que reagiu bem à entrada do treinador Lito Vidigal, com três triunfos nos seus primeiros quatro jogos, e vai “tentar roubar muitos espaços para sair rápido para o ataque”.

O técnico vitoriano disse, aliás, que espera, até ao fim da competição, desafios entre equipas “mais agressivas”, a “tentarem reduzir os espaços umas às outras”, nas quais a “dimensão mental vai ser cada vez mais decisiva”.

Com a sua equipa na luta pelo apuramento para a Liga Europa – almeja o quinto lugar, ocupado pelo Moreirense, com 42 pontos -, Luís Castro assumiu que, nesta fase, gostaria de ter mais pontos, mais golos marcados e uma maior estabilidade no meio-campo, condicionado recentemente pelas lesões de André André e de Joseph.

“Infelizmente, perdemos o Joseph no seu melhor período. Perdemos também o André André num bom período. Nunca foi por isso que nunca deixamos de ir a jogo com a intenção de ganhar, mas gostávamos dessa estabilidade na equipa”, reconheceu.

O Vitória SC, sexto classificado com 39 pontos, recebe o Boavista, 13.º com 26, no sábado, pelas 18:00, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Vitória SC

Vitória motivado para ultrapassar Moreirense em cima da meta

34.ª e última jornada da prova

em

Foto: DR/Arquivo

O treinador Luís Castro disse hoje que o Vitória SC está motivado para vencer o ‘vizinho’ Moreirense e terminar na quinta posição da I Liga de futebol, no jogo que encerra a 34.ª e última jornada da prova.

O técnico realçou que os seus jogadores vão tentar fazer um “bom jogo” e “fechar a época com uma vitória”, o que lhes permitiria chegarem ao ambicionado quinto lugar, uma vez que os vimaranenses ocupam o sexto posto e precisam obrigatoriamente de vencer para ultrapassarem os ‘cónegos’, quintos posicionados.

“Temos esse fator acrescido de motivação, que é ainda conseguir mais um lugar acima do que aquele em que nos encontramos neste momento”, afirmou, na conferência de imprensa de antevisão do jogo, marcado para as 20:00 de domingo, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Depois de já ter garantido a presença na segunda pré-eliminatória da próxima edição da Liga Europa, o Vitória precisa de vencer para atingir o outro objetivo da época – um dos cinco primeiros lugares -, mas o seu treinador alertou que o jogo com o Moreirense é de “grau de dificuldade elevado”.

Luís Castro considerou que a formação treinada por Ivo Vieira, além de ser “competente” e de estar a fazer “um campeonato muito meritório”, procura sempre ser “fiel” às “ideias demonstradas ao longo de toda a época”, explorando o contra-ataque e construindo bem a partir de trás, esperando pelos momentos certos para cruzar para a área.

O técnico reiterou, por isso, que está à espera de um Moreirense a jogar para os três pontos e de um Vitória que não vai encarar esta partida decisiva de forma diferente das anteriores, mas sim como mais uma oportunidade de mostrar o trabalho realizado ao longo da época.

“Fomos sempre a jogo de acordo com a nossa consciência e com grande vontade. Este jogo não vai fugir à regra. Ao longo da época, encaro todos os jogos como finais, porque podem ser sempre o meu último jogo”, disse.

Luís Castro reconheceu ainda que o Vitória oscilou entre jogos a “roçar o mau” e outros a “roçar o muito bom” ao longo de um “campeonato muito duro”, em que “mostrou insuficiências”, apesar de ter conseguido “ultrapassar” algumas.

Sem poder contar com Florent, Rafa Soares, Wakaso, André André e Aziz, lesionados, e ainda Tozé, castigado, o técnico disse ter “confiança” nos jogadores à sua disposição para um embate, que deve contar com cerca de 2.000 adeptos do Vitória na bancada, segundo fonte oficial do clube.

O Vitória SC, sexto classificado da I Liga, com 49 pontos, defronta o Moreirense, quinto, com 52, num jogo marcado para as 20:00 de domingo, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Continuar a ler

Vitória SC

Clube turco quer contratar dupla do Vitória

Clube de Guimarães espera proposta concreta

em

Foto: DR

O Besiktas vai voltar a tentar a contratação do médio Wakaso, do Vitória SC. O clube turco vai a Guimarães para tentar acertar com o lateral-direito Sacko.

Os turcos já terão transmitido o interesse na dupla à SAD do Vitória, que aguarda por uma proposta concreta, segundo avança o jornal O Jogo. No entanto, os vimaranenses já avisaram que só aceita vender a dupla a troco de um importante encaixa financeiro.

Recorde-se que o Besiktas já tentou a contratação de Wakaso por empréstimo em janeiro, mas o Vitória não aceitou as condições da negociação.

Continuar a ler

Vitória SC

Vitória goleia Belenenses e garante última vaga europeia

em

Foto: Divulgação/Liga Portugal

O Vitória SC garantiu hoje a última vaga europeia para a próxima temporada, ao golear por 5-1 na receção ao Belenenses, em encontro da 33.ª e penúltima jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Tozé, aos 64 minutos, de penálti, Davidson, aos 65 e 80, Rochinha, aos 86, e Dodó, aos 90+1, selaram o triunfo dos minhotos, que garantiram o sexto lugar e a Liga Europa, enquanto Licá faturou para os forasteiros, aos 72.

O ‘onze’ de Luís Castro passou a somar 49 pontos e ainda pode chegar ao quinto lugar, se na última ronda ganhar no reduto do Moreirense, que é quinto, com 52, mas não se inscreveu para as taças europeias, como o Desportivo das Aves na época passada.

Por seu lado, o Belenenses, que na última ronda tinha perdido por 8-1 na receção ao Sporting, somou o nono encontro consecutivo sem ganhar e a quarta derrota de ‘rajada’, caindo para o 10.º lugar, com 40 pontos.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Patrocinado

Reportagens da Semana

Populares