Treinador do Moreirense quer dominar o Vitória

Rui Borges. Foto: Moreirense FC / Arquivo

O treinador do Moreirense, Rui Borges, afirmou hoje que os ‘cónegos’ devem tentar “ser dominantes” e mostrar capacidade de adaptação no dérbi do concelho de Guimarães, com o Vitória, da 10.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Depois de conquistar 10 pontos em 12 possíveis nas últimas quatro jornadas, o Moreirense é sétimo classificado, com 14 pontos, e recebe o Vitória, quarto, com 19, num “jogo diferente”, marcado pela “rivalidade positiva” entre equipas com estádios separados por 11 quilómetros, no qual os ‘cónegos’ devem estar preparados para os momentos com e sem bola.

“Vamos querer ter bola e ser dominantes. Em alguns momentos, não vamos conseguir, porque, do outro lado, está uma equipa com qualidade individual e coletiva. Tem médios com boa relação com a bola, jogadores com transição para ataque rápido. Vamos ter posse quando tivermos de ter posse. Vamos ser verticais quando tivermos de ser verticais”, disse, na antevisão ao desafio marcado para as 15:30 de domingo, na vila de Moreira de Cónegos.

O técnico transmontano, de 42 anos, considerou por isso que a “equipa mais equilibrada” vai estar mais perto de vencer, numa tarde em que espera “um bom espetáculo”, assim as condições meteorológicas e o relvado o permitam, após dias consecutivos de chuva no Minho.

Ciente de que o Vitória está “bastante motivado” face a série de quatro triunfos em jogos oficiais, Rui Borges observou ainda que o treinador adversário, Álvaro Pacheco, oficializado como sucessor de Paulo Turra há precisamente um mês, aceitou o sistema tático 3x5x2 previamente trabalhado na equipa, em vez de adotar o 4x3x3, habitual nas suas anteriores equipas, Vizela e Estoril-Praia.

“O ‘mister’ fugiu um bocadinho àquela que tem sido a sua dinâmica e estrutura tática. Adaptou-se ao que o Vitória já trazia de trás, com outros treinadores. A equipa está mais forte, mas nós também estamos bem”, frisou.

Face à indisponibilidade dos extremos Camacho, lesionado, e Antonisse, castigado, devido ao cartão vermelho da jornada anterior, no triunfo ‘cónego’ sobre o Arouca (1-0), o Moreirense conta apenas com Madson Monteiro e Kodisang como jogadores de raiz para as alas, mas o treinador mostrou-se confiante num “bom jogo” desse duo, além de poder adaptar outros elementos a essas posições.

O Moreirense, sétimo classificado da I Liga portuguesa de futebol, com 14 pontos, recebe o Vitória SC, quarto, com 19, em jogo marcado para as 15:30 de domingo, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, Guimarães, com arbitragem de Gustavo Correia, da Associação de Futebol do Porto.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Álvaro Pacheco espera "muita luta" em jogo de "carga emocional" com Moreirense

Próximo Artigo

Supremo aceita recurso de Ricardo Salgado e vai avaliar pena de prisão

Artigos Relacionados
x