Trator corta cabo elétrico e deixa centenas de casas sem luz em Braga

E-Redes

A empresa E-Redes, do grupo EDP, já restabeleceu o abastecimento de eletricidade à zona de São Victor, em Braga, onde centenas de casas ficaram, esta tarde, “sem luz”, devido à ocorrência de um incêndio num posto de transformação, na freguesia de São Lázaro, num terreno junto a uma gasolineira da BP, na Avenida João XXI.

A zona onde o acidente ocorreu continua, no entanto, sem acesso à eletricidade.

Ao que O MINHO apurou, várias centenas de casas situadas no centro da cidade de Braga ficaram esta tarde sem luz elétrica.

O acidente, que ocorreu por volta das 15:20 e não provocou feridos, ter-se-á devido ao facto de um trator, que cortava os arbustos no terreno, ter cortado um cabo elétrico o que provocou um curto-circuito e um incêndio no posto de transformação, que terá ficado inoperacional.

Foto: Luís Moreira / O MINHO

Vários moradores da zona disseram a O MINHO que o sinistro “deitou a luz abaixo” na freguesia de São Lázaro e na de São Víctor, tendo, por exemplo, deixado o Tribunal Judicial – este temporariamente – e a Escola André Soares sem capacidade para operar.

No local, compareceram os Bombeiros Voluntários de Braga, a PSP e uma equipa da fornecedora de eletricidade que vai tentar resolver o problema.

Em declarações ao O MINHO, o advogado João Magalhães disse que, se a E-Redes não ressarcir os donos de lojas da zona, vai meter-lhe uma ação cível de indemnização pelos prejuízos causados.

“Dizem-me que a dona do terreno havia pedido à EDP que tirasse o cabo elétrico, porque a Câmara local lhe ordenara que limpasse o terreno, pelo que precisava de usar um trator. O que a empresa não terá feito”, salienta.

Notícia atualizada às 18h21 com indicação de que foi a corporação dos bombeiros voluntários de Braga que esteve na ocorrência, e não os Sapadores.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Presidente do INEM admite dificuldades para contratar mais operacionais

Próximo Artigo

Empreiteiro de Braga tenta cortar estradas em Celorico de Basto mas população não deixa

Artigos Relacionados
x