Seguir o O MINHO

Barcelos

Transportes Urbanos de Barcelos com luz verde da AMT

O número de autocarros foi entretanto duplicado, face à procura.

em

Foto: DR / Arquivo

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) deu parecer positivo ao enquadramento contratual dos transportes urbanos de Barcelos (Barcelos Bus), anunciou esta segunda-feira aquele organismo.

Em comunicado, a AMT acrescenta que o município terá de cumprir diversas determinações, designadamente quanto à “execução contratual no que se refere a matéria operacional, económica e financeira e ao apuramento e reporte circunstanciado e periódico de informação relevante”.

O município terá agora de lançar e adjudicar o procedimento concursal para aquela rede.

Em 25 de outubro, a AMT tinha dado parecer negativo à Barcelos Bus, “por não ter resultado claro ou comprovado o integral cumprimento do previsto na lei, designadamente no que se refere aos critérios legais de definição de obrigações de serviço público e respetivo financiamento”.

Uma situação que, acrescenta o comunicado, “agora se encontra sanada”.

O parecer positivo agora emitido é de duração limitada.

A AMT sublinha que irá acompanhar a execução contratual, “de forma a garantir que, a todo o tempo, se cumprem os normativos legais e contratuais aplicáveis, incluindo reporte de informação, avaliação periódica dos pressupostos da exploração, monitorização do cumprimento das obrigações de serviço público e exigente relação e informação com os passageiros”.

O Barcelos Bus começou a funcionar em 18 de setembro de 2018, com duas carreiras e dois autocarros.

O número de autocarros foi entretanto duplicado, face à procura.

Até 16 de setembro de 2019 foram feitas 163.923 validações de títulos de transporte, um valor que, segundo o município, “supera todas as expectativas” e “confirma o serviço Barcelos Bus como uma alternativa de transporte, em substituição ao automóvel, visando a melhoria de qualidade de vida da população e promovendo a migração do transporte individual para o transporte coletivo com qualidade”.

As 163.923 validações registadas distribuem-se em função do tipo de título de transporte disponível para aquisição: bilhete, meio bilhete, cartão valor, passe sénior, passe estudante, passe social, passe grátis e bilhete gratuito.

Destes, e ainda segundo o município, sobressai em maior número o passe sénior, “o que significa que uma grande maioria da população com idade superior a 65 anos, reformados ou pessoas com mobilidade reduzida vêm a sua mobilidade aumentada e o transporte urbano como o seu meio de mobilidade preferencial para as viagens de lazer e compras, aumentando também a sua qualidade de vida”.

“Também se verifica que o recurso ao bilhete assume uma presença notável, com cerca de 35,7% de validações, o que significa que este é um meio de transporte de todos e para todos”, acrescenta o município.

Até 03 de dezembro, este serviço teve um custo para o município de 55 mil euros, deduzidas as compensações do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART), no valor de 149.800 euros, e a receita superior a 134.600 euros.

Para o período compreendido entre 04 de dezembro de 2019 e 31 de dezembro de 2020, prevê-se que o custo do serviço Barcelos Bus seja de quase 182 mil euros.

Anúncio

Barcelos

Jovem detido com 47 gramas de canábis em Barcelos

Areias de Vilar

em

Foto: GNR / Divulgação

Um jovem de 21 anos foi detido pela GNR, esta quinta-feira, na posse de estupefacientes, em Barcelos, adiantou esta polícia.

Os militares do Posto Territorial de Barcelos fizeram a detenção no âmbito de uma fiscalização a estabelecimento de restauração e bebidas em Areias de Vilar.

O homem, que já tinha sido referenciado pelo consumo de estupefacientes tinha na sua posse 47,9 gramas de canábis, distribuídas por vários sacos individuais, um moinho e 20 euros em numerário.

O detido foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal de Vila Nova de Famalicão.

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos Bus com passes gratuitos entre março e dezembro

O Barcelos Bus validou, entre setembro de 2018 e dezembro de 2019 mais de 261.000 títulos de transporte

em

Foto: DR

A Câmara de Barcelos volta a implementar passes gratuitos para o Barcelos Bus, entre março e dezembro, para os estudantes da cidade, anunciou a autarquia em comunicado.

Ao mesmo tempo será mantido o apoio à redução tarifária para os passes sociais com origem e destino no concelho.

Estas medidas foram aprovadas pela Câmara Municipal, na reunião ordinária de 22 de fevereiro, e inscrevem-se na continuidade do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART), lançado em 2019.

Este programa de apoio às autoridades de transportes (o Município de Barcelos constituiu-se como Autoridade de Transportes) pretende o desenvolvimento de ações que promovam a redução tarifária nos sistemas de transporte público coletivo, bem como o aumento da oferta de serviço e expansão da rede.

O serviço Barcelos Bus foi iniciado no dia 17 de setembro de 2018, tendo registado até 31 de dezembro desse ano 23.646 validações de títulos de transporte. Em 2019, as validações dos títulos de transporte no Barcelos Bus chegaram às 237.674.

Continuar a ler

Barcelos

Governo vai instalar câmaras nas passagens de nível ‘preocupantes’ em Barcelos

Quintiães e Aguiar

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A empresa Infraestruturas de Portugal (IP) decidiu instalar câmaras de vigilância nas três passagens de nível das freguesias de Quintiães e Aguiar, em Barcelos, cujo funcionamento é criticado pelas populações e autarcas locais.

A instalação das câmaras consta da resposta do Ministério das Infraestruturas e Habitação ao Bloco de Esquerda, divulgada, esta sexta-feira, por este partido.

Na resposta, o ministério sublinha que naquelas passagens de nível não foram registadas quaisquer anomalias e que elas sempre tiveram bom funcionamento.

No entanto, e face aos relatos que dão conta de alegado mau funcionamento, a IP, como serviço complementar ao sistema técnico de monitorização, decidiu dotar as três passagens de nível com câmaras de vigilância.

Em finais de 2019, população e autarcas daquelas freguesias denunciaram onze situações de “alegadas” avarias na sinalização e no funcionamento das três passagens de nível, descrevendo situações em que, à passagem do comboio, as luzes de sinalização e os sinais sonoros não funcionam e as barreiras não descem.

Houve mesmo uma manifestação para exigir mais segurança, mas já na altura a IP referiu que não tinha sido detetada qualquer anomalia naquelas passagens de nível (PN).

A IP esclareceu que o sistema de aviso automático da aproximação de comboios instalados nas PN efetua o registo automático de todos os eventos, “não tendo sido registada qualquer anomalia relativa ao funcionamento” daquelas passagens.

Dizia ainda que o sistema, quando deteta anomalia no funcionamento previsto, “gera alarme relativo a uma desconformidade”, uma situação que não foi identificada relativamente àquelas PN.

Acrescentava que a IP não recebeu qualquer relato de maquinistas do operador ferroviário a reportar qualquer anomalia no funcionamento daquelas PN, “situação que integra os procedimentos de segurança”.

Continuar a ler

Populares