Seguir o O MINHO

Região

Transportes de passageiros na CIM do Cávado adjudicados à Transdev

Autoridade da Concorrência foi notificada

em

Foto: DR / Arquivo

A adjudicação a consórcios liderados pela Transdev das concessões do serviço de transporte rodoviário de passageiros na Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado (Braga, Barcelos, Esposende, Amares, Vila Verde e Terras de Bouro) foi notificada à Autoridade da Concorrência.

A adjudicação da concessão do serviço público regular correspondente ao lote 2 (rede este) da concessão na região da CIM do Cávado foi notificada à AdC na terça-feira por duas sociedades, a António dos Prazeres da Silva & Filho (APS), que integra o Grupo AVIC do setor do transporte rodoviário pesado de passageiros, e pela Rodoviária de Entre Douro e Minho, do grupo Transdev do setor do transporte rodoviário pesado de passageiros e de carga.

Esta concessão, correspondente à rede este, segundo o aviso, inclui a rede regional entre Braga, Vila Verde e CIM do Alto Minho, a rede intermunicipal entre Braga, Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, a rede municipal de Amares, a rede municipal de Terras de Bouro e a rede municipal de Vila Verde.

Numa outra notificação, enviada também na terça-feira, a AdC é chamada a pronunciar-se sobre a adjudicação da rede oeste (lote 1) da concessão CIM do Cávado à Minho Bus e a Auto Viação do Minho.

Em comunicado divulgado em dezembro, os dois consórcios liderados pela Transdev anunciaram terem ganho um concurso internacional para operar os transportes públicos de passageiros na área da CIM do Cávado nos próximos cinco anos, abrangendo os concelhos de Amares, Braga, Barcelos, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde, cujos concelhos estão, em termos de transportes públicos, divididos naqueles dois lotes.

“A oferta de rotas vai ser reforçada para responder melhor à procura e disponibilizar os serviços que a população realmente necessita”, anunciou na altura a transportadora.

EM FOCO

Populares