Seguir o O MINHO

Braga

Transportadora de Braga, difamada nas redes, abre ‘guerra’ judicial contra comentários no Facebook

Torrestir, SA

em

Foto: DR / Arquivo

Tentativas de “assassinato” por “excesso de velocidade”, dezenas de empregados com “o vírus mortal” e garantias de que estará prestes a abrir falência, são algumas das publicações que têm vindo a proliferar em grupos de Facebook dedicados a motoristas, visando a empresa bracarense Torrestir, SA.

Embora grande parte dessas publicações sejam originárias de perfis pouco credíveis, com alguns a revelarem-se contas falsas, as mesmas são partilhadas e comentadas em grande escala, levando a que a empresa sediada em Nogueira tenha avançado com recurso a processos judiciais.

“É verdade que a Torrestir vai falir?”, escerve um perfil, no grupo “Motoristas do Asfalto”, que conta com dezenas de milhares de seguidores, grande maioria relacionados com a profissão. O mesmo perfil, noutra publicação, incentiva os motoristas a “largarem” os camiões e juntarem-se ao serviço de TVDE, apelando ao contacto privado para esse efeito.

Fonte: Facebook

Fonte: Facebook

“Torrestir infetada com o novo coronavírus mortal” é outra publicação no grupo “Motoristas Lusitanos” que conta com dezenas de milhares de seguidores. O autor, também com um perfil que deixa algumas dúvidas quanto à veracidade, repete sempre em letras maiúsculas, ao longo dos comentários à própria publicação, que “os motoristas da Torrestir estão com o vírus mortal”.

Fonte: Facebook

Fonte: Facebook

O site afeto ao Bloco de Esquerda “AbrilAbril” referiu no passado dia oito que existiam quatro infetados da empresa bracarense que estavam alocados numa zona industrial da Azambuja onde existirá um foco de covid-19.

Há ainda alguns exemplos de comentários que são feitos por perfis que parecem ser reais, alguns dando conta de manobras perigosas de motoristas da empresa e outros que abordam uma possível situação de despedimento coletivo durante a fase de pandemia. Outra das polémicas está centrada numa ação solidária realizada recentemente em França, em parceria com a concessionária de autoestradas, que visou oferecer refeições a motoristas de longo curso, que alguns dos utilizadores destes grupos dizem tratar-se de um embuste.

Fonte: Facebook

Fonte: Facebook

Contactada por O MINHO, fonte da administração não esclareceu algumas das questões deixadas relativamente à veracidade de alguns dos comentários, mas confirmou que “todas as publicações foram entregues ao departamento jurídico e que seguirão os trâmites normais” da justiça.

Num comunicado publicado na quinta-feira, a transportadora sublinha que os comentários que têm “circulado nas redes sociais” visam apenas “atingir o bom nome” da empresa. motivo pelo qual a mesma se viu obrigada a “repor o bom nome” através de ação judicial.

Sediada na rua do Parque Comercial, em Nogueira, Braga, a Torrestir, SA é uma das maiores transportadoras do Minho e tem efetuado vários transportes gratuitos de equipamento de proteção individual por todo o país.

Populares