Seguir o O MINHO

Guimarães

Tragédia na A1: Motorista vai a sepultar na quarta-feira em Guimarães

António Araújo tinha 58 anos

em

Foto: DR

António Araújo, de 58 anos, motorista e proprietário da empresa de autocarros Roda do Rei, uma das três vítimas da tragédia na A1 do passado sábado, será sepultado, amanhã, em Santa Maria de Airão, em Guimarães, de onde era natural.

A partir das 20:00 desta terça-feira, António Araújo, que habitualmente transportava os habitantes daquela freguesia nos passeios anuais a Fátima, estará em câmara ardente no Salão Paroquial de Santa Maria de Airão, onde o funeral se realizará, amanhã, quarta-feira, às 16:00.

Irá de seguida a sepultar em jazigo de família no cemitério local.

Além de António Araújo, no despiste do autocarro que seguia para Fátima, também morreu Emília Castro, bastante conhecida na freguesia de Figueiredo, onde estava incorporada nas forças vivas. Terá morrido por se encontrar na frente do autocarro a rezar o terço. Catequista e elemento do grupo coral, deixa duas filhas já adultas e um rapaz, ainda menor.

Emília Castro. Foto: Facebook

A terceira vítima mortal, um idoso, com cerca de 70 anos, também residia em Figueiredo, e acabou por morrer por estar no banco da frente, uma vez que enjoava nas viagens.

Alberto Soares. Foto: Facebook

O autocarro partiu no sábado de manhã de Guimarães em peregrinação a Fátima, juntamente com mais dois, e cerca das 09:30 despistou-se embatendo num poste de eletricidade.

Tragédia na A1: Guimarães chora morte de Emília, António e Alberto

O acidente causou ainda cinco feridos graves e 22 ligeiros.

EM FOCO

Populares