Seguir o O MINHO

Guimarães

Tragédia na A1: Funeral de mulher que morreu a rezar o terço realiza-se quarta-feira em Guimarães

Emília Castro tinha 53 anos

em

Foto: DR

O funeral de Emília Castro, de 53 anos, que morreu quando ia a rezar o terço no autocarro que se despistou na A1, no sábado passado, realiza-se na quarta-feira, em Figueiredo, Guimarães.

O funeral está marcado para as 18:30, na Igreja Paroquial de Figueiredo, indo de seguida a sepultar no cemitério local.

Emília Castro, bastante conhecida na freguesia de Figueiredo, onde estava incorporada nas forças vivas, morreu por se encontrar na frente do autocarro a rezar o terço. Catequista e elemento do grupo coral, deixa duas filhas já adultas e um rapaz, ainda menor.

Foto: DR

Além de Emília Castro, houve outros dois mortos na tragédia na A1. Um deles, António Araújo, de 58 anos, motorista e proprietário da empresa de autocarros Roda do Rei, será sepultado, amanhã, em Santa Maria de Airão, em Guimarães, de onde era natural.

Tragédia na A1: Motorista vai a sepultar na quarta-feira em Guimarães

A terceira vítima mortal, Alberto Soares, com cerca de 70 anos, residia em Figueiredo, e acabou por morrer por estar no banco da frente, uma vez que enjoava nas viagens.

Alberto Soares. Foto: Facebook

O autocarro partiu no sábado de manhã de Guimarães em peregrinação a Fátima, juntamente com mais dois, e cerca das 09:30 despistou-se embatendo num poste de eletricidade.

Tragédia na A1: Guimarães chora morte de Emília, António e Alberto

O acidente causou ainda cinco feridos graves e 22 ligeiros.

EM FOCO

Populares