Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Tragédia com casal de Viana emigrado na Suiça. Homem morto a tiro pela polícia

Em contexto de violência doméstica

em

Foto: Portugueses na Suiça

Um emigrante português na Suíça, que residia em Vila Praia de Âncora, morreu depois de ter sido atingido por uma arma de fogo disparada pela polícia no seguimento de uma denúncia por violência doméstica, em Géneve, na manhã de segunda-feira, avança a imprensa local.

Minutos antes de ser abatido, terá disparado sobre a companheira, natural de Castelo do Neiva, no concelho de Viana.

Dionísio Cunha. Foto: Facebook

O homem, Dionísio Cunha, chegou a ser dado como morto pela imprensa suíça, numa primeira instância, mas o Ministério Público acabou por revelar que se encontrava “entre a vida e a morte”, às últimas horas de segunda-feira. Fonte da família disse a O MINHO que o homem acabou por morrer esta madrugada no hospital.

Foto: Portugal-info.ch

O crime ocorreu no bairro das Acácias, em Genéve, cerca das 08:30, depois de um pedido de ajuda de uma mulher que estaria a ser ameaçada pelo companheiro com uma pistola.

Quando as autoridades chegaram ao prédio, o homem estaria à entrada do apartamento na posse da arma, tentando, alegam as autoridades, atacar os agentes.

Um dos polícias acabou por disparar contra o português com a arma de serviço, ficando este em estado crítico. Segundo contam vizinhos, os agentes intervenientes ficaram em estado de choque com o ocorrido. Encontraram também a companheira com ferimentos provocados por arma de fogo.

Os dois feridos foram evacuados pelos bombeiros para uma unidade hospitalar, desconhecendo-se o estado de saúde da vítima do sexo feminino.

(notícia atualizada às 13h53)

Populares