Seguir o O MINHO

Região

Trabalhadores do Lidl com salário mínimo de 670 euros

A partir de março de 2019.

em

Foto: DR/Arquivo

O Lidl Portugal vai aumentar para 670 euros o montante do salário de entrada na empresa, valor auferido no primeiro ano de trabalho, anunciou esta semana a cadeia de supermercados alemã.

“Reconhecendo que os colaboradores são o seu maior fator de sucesso e empenhado em estabelecer vínculos laborais e relações profissionais estáveis, o Lidl Portugal aumenta o ordenado mínimo acima dos 600 euros definidos pelo Governo para 2019”, refere um comunicado da empresa, representando o valor um acréscimo de 70 euros.

Em Portugal há 23 anos e atualmente com mais de 6.500 trabalhadores, o Lidl Portugal afirma “ter vindo a desenvolver um conjunto de medidas que privilegiam a valorização e o compromisso com os
colaboradores, apostando na criação de condições de trabalho de excelência. Depois da atribuição de benefícios valorizados em mais de 5 milhões de euros para todos os colaboradores mediante um
prémio no valor de 400 euros, a todos os colaboradores na Operação em março deste ano; um seguro
de saúde de referência; e ainda, um cartão presente no valor de 30 euros, entre outros benefícios e acordos, a empresa anuncia agora o aumento do ordenado auferido no primeiro ano de trabalho”.

O salário mínimo de 670 euros praticado dentro do Lidl entrará em vigor a partir de março, mês no qual tem início o ano fiscal da empresa fundada em 1973, que pertence ao Schwarz Gruppe.

Adicionalmente a empresa garante que todos os colaboradores na operação, até à categoria de chefe de loja, recebem um aumento em 2019.

Para Massimiliano Silvestri, CEO do Lidl Portugal, citado no texto, “o investimento nos nossos colaboradores é para nós uma prioridade, uma vez que são estes o motivo do nosso crescimento. No Lidl acreditamos que é construindo uma equipa de excelência, com empenho, capacidade e dedicação de trabalho que vamos crescer. As nossas ações têm por base “ouvir” e construir relações de confiança, sendo esta medida uma resposta a um trabalho permanente junto das nossas equipas.”

Populares